Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Padrasto, suspeito de estuprar enteada de 11 anos é preso pela Polícia Civil

sáb, 5 de abril de 2014 09:06
Homem suspeito tem 31 anos de idade e cumpre prisão preventiva. Foto: Gazeta do Triângulo

Homem suspeito tem 31 anos de idade e cumpre prisão preventiva. Foto: Gazeta do Triângulo

DA REDAÇÃO – Com laudo em mãos comprovando o estupro, denunciado pela menor de 11 anos de idade, na última semana, a delegada Paula Fernanda de Oliveira fez a representação em juízo, e nesta quinta-feira, 3, foi concedido o mandado de apreensão.

No mesmo dia, os investigadores Leandro Guimarães, Flávio Castro, Carlos Eduardo Freire e Douglas Blanca se deslocaram até a residência do suspeito de 31 anos, no bairro São Sebastião, mas não o encontraram.

Por volta do meio dia desta sexta-feira, 4, os policiais voltaram no local e conseguiram prender o suspeito. De acordo com os investigadores, o padrasto veio do estado do Pará juntamente com a mãe da criança, que apesar das provas continuou acreditando no amásio e acompanhou a prisão preventiva dele, alegando sua inocência. “A menina que recebe a assistência do Conselho Tutelar mora com a avó materna, que assim como a genitora, reside no mesmo bairro”, explicam.

Episódio que motivou a denúncia

Conforme depoimento da criança, o fato ocorreu diversas vezes, desde o mês de janeiro. A denúncia foi motivada, na semana passada, após a menor assistir uma palestra sobre pedofilia em sua escola, e esclarecer suas dúvidas com psicólogas e assistentes sociais que constataram a gravidade do problema, que foi acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Alertas

Segundo especialistas, a família e a escola precisam ter atitudes preventivas no sentido de evitar ou extirpar a ocorrência de abusos. Para isso, é preciso orientar as crianças para não terem vergonha e se preciso até gritar ou correr em situações em que se sintam ameaçadas.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: