Quarta-feira, 19 de Junho de 2024 Fazer o Login

Novo responsável pelo 53º Batalhão de Polícia Militar inicia atividades de comando

sáb, 8 de março de 2014 13:41
O comandante natural de Barroso em Minas Gerais iniciou seus trabalhos em Araguari na sexta-feira de Carnaval. Foto: Gazeta do Triângulo

O comandante natural de Barroso em Minas Gerais iniciou seus trabalhos em Araguari na sexta-feira de Carnaval. Foto: Gazeta do Triângulo

MEL SOARES – Atualmente quem está à frente do 53º Batalhão de Polícia Militar, é o tenente coronel Sandro Heleno Leite, que desde 1989 trabalha na carreira militar. Para receber a imprensa e detalhar sobre sua impressão e objetivos, Sandro Leite, ex-comandante do 32º Batalhão em Uberlândia protagonizou coletiva de imprensa na sede do Batalhão na tarde desta sexta-feira, 7.

O comandante natural de Barroso em Minas Gerais iniciou seus trabalhos em Araguari na sexta-feira de Carnaval, com resultados razoáveis em relação à quantidade imensa de foliões.

Segundo informações, durante todos os dias de folia, além de uma tentativa de homicídio e outro consumado foram contabilizados sete furtos, oito prisões, um roubo de veículo e três furtos de veículos. Por outro lado, não houve nenhum registro de estupro, porte de arma de fogo e apreensão de crack.

“Apenas no show de domingo, com a apresentação do cantor Luan Santana, a Polícia estima que o Parque de Exposições tenha recebido em torno de 50 mil pessoas, e para fortalecer a segurança tivemos o empenho de tropas de Uberlândia. No último dia, foram em torno de 35 mil participantes”, informou.

Na sua visão, o Batalhão está bem em relação aos índices de taxas criminais, mas o objetivo é aumentar ainda mais a segurança.
“Sempre queremos mais, portanto, o intuito é diminuir o número de homicídios, roubos, furtos e tráfico de drogas”, ressaltou.

Esquema de trabalho enfatizado pelo comandante durante a coletiva

Fortalecimento em fiscalização – “Por meio do aumento de blitz conseguiremos efetuar mais prisões, apreensões, bem como, detectar os criminosos foragidos”.

Efetividade no trabalho preventivo –  “Através da continuação do trabalho em relação à rede da vizinhança solidária, Proerd, patrulhas escolares e projeto Guardiões do Bairro, conseguiremos nos aproximar ainda mais da comunidade e obter excelentes resultados”.

Repressão qualificada – “Atuaremos, principalmente, com o suporte do serviço de inteligência policial”.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: