Domingo, 21 de Abril de 2024 Fazer o Login

Nova pesquisa de preços de combustíveis é divulgada pelo Procon

qua, 9 de agosto de 2023 08:05

Da Redação

 

Manter o orçamento equilibrado é fundamental. Ter essa prática assegura ao cidadão uma vida financeira saudável, longe de dívidas. Atualmente, com a facilidade de fazer compras online e com o forte apelo para o consumo nas redes sociais, as chances de as pessoas realizarem compras desnecessárias aumentam consideravelmente. Criar o hábito de fazer um comparativo de preços antes de adquirir qualquer produto, além de colaborar para que o consumidor encontre o melhor preço, evita que ele realize uma compra por impulso.

Sabendo disso, no dia 1º, uma nova pesquisa de preços de combustíveis foi realizada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Araguari.

O intuito do Procon é ajudar os cidadãos a encontrar as melhores condições

 

De acordo com os dados apresentados na pesquisa, o valor médio do litro da gasolina comum é R$5,26; a gasolina aditivada custa em torno de R$5,39. O preço médio do litro de etanol é R$3,61. O valor cobrado pelo diesel comum é aproximadamente R$4,76; já o diesel S10 está em torno de R$4,86. Ressalta-se que, esses preços são referentes à média geral de vários postos de combustíveis, que possuem diferentes bandeiras, como: Petrobras, Branca, Total Brasil, Ipiranga, Ale e Shell, por essa razão os preços podem variar para mais ou para menos, conforme o local de revenda.

Na pesquisa realizada em julho, o valor médio do litro da gasolina comum era R$5,30; a gasolina aditivada custava em torno de R$5,44. O preço médio do litro de etanol era R$3,68. O valor cobrado pelo diesel comum era aproximadamente R$4,75; já o diesel S10 estava em torno de R$4,85.

Em comparação com os valores apurados em julho, a pesquisa apontou uma redução nos preços da gasolina comum, da gasolina aditivada e do etanol.

No dia 2, Procon Araguari realizou uma nova pesquisa dos produtos da cesta básica, com o intuito de ajudar a população a encontrar as melhores condições.

Com relação à alimentação, uma cesta básica simples, contendo itens como: um pacote de arroz agulhinha (5kg), custando em média R$19,99; um pacote de açúcar (5kg), saindo por aproximadamente R$18,62; um pacote de feijão (1kg), sendo encontrado a R$6,31; o café em pó tradicional (500g), saindo em torno de R$12,53; o macarrão espaguete (500g), custando em média R$3,68; o extrato de tomate (340g), podendo ser encontrado por R$5,02; a farinha de trigo (1kg), custando em torno de R$4,84; a farinha de mandioca (500g), saindo em média por R$6,20; o fubá (500g), custando em média R$2,69; a margarina (500g), podendo ser encontrada por R$7,59; o óleo de soja (900 ml), custando aproximadamente R$5,86 e o sal refinado (1kg), saindo por cerca de R$2,09. A soma de todos esses produtos é R$95,42. Além disso, o valor total dos itens básicos de higiene e limpeza doméstica é R$40,42. Portanto a cesta básica sai em média por R$135,94.

 

Em julho, a soma de todos os produtos relacionados à alimentação é R$93,98 e o valor total dos itens básicos de higiene e limpeza doméstica é R$39,59. Portanto a cesta básica saía em média por R$133,57.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: