Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

New Wave britânica embala Cineclube

qui, 10 de julho de 2014 15:32
Filmes que abordam temas ligados à classe trabalhadora serão exibidos no mês de julho

DA REDAÇÃO – O Cineclube Cultura traz ao público nesse mês de julho quatro filmes ligados à Nova Onda (New Wave) britânica. O movimento foi estimulado por grupo de críticos convertidos em cineastas que, no fim da década de 1940, estiveram ligados à revista de cinema Sequence, da Universidade de Oxford, e depois passaram a escrever para a Sight and Sound, publicação mensal do Instituto de Filme Britânico. Os nomes mais expressivos eram Lindsay Anderson (1923-1994), Karel Reisz (1926-2002), Tony Richardson (1928-1991) e Gavin Lambert (1924-2005). Nesse mesmo segmento, foram revelados nomes importantes como John Schlesinger (1926-2003) e o americano, radicado no Reino Unido, Richard Lester (1932), que dirigiu os dois longas dos Beatles.

Os filmes têm como sujeito principal a classe trabalhadora, principalmente da região industrial do norte da Grã-Bretanha. A maioria dos filmes da New Wave britânica é formada por adaptações de romances e peças teatrais de autores como John Osborne, Shelagh Delaney e Alan Sillitoe.

As exibições acontecerão às 20h, na sala Roberto Rezende, da Oficina Cultural – – Praça Clarimundo Carneiro, 204 – Bairro Fundinho. A entrada é franca.

– 12/07 (Sábado)
Título: Tudo começou no sábado (Ano 1960)
Direção: Karel Reisz
Elenco: Albert Finney, Shirley Anne Field, Rachel Roberts, Hylda Baker.
Detalhes: Preto e Branco, 89 min.

– 13/07 (Domingo)
Título: Odeio essa mulher (Ano 1959)
Direção: Tony Richardson
Elenco: Richard Burton,  Claire Bloom, Mary Ure, Edith Evans.
Detalhes: Preto e Branco, 98 min.

– 26/07 (Sábado)
Título: O mundo fabuloso de Billy Liar (Ano 1963)
Direção: John Schlesinger
Elenco: Tom Courtenay, Julie Christie, Wilfred Pickles.
Detalhes: Preto e Branco, 98 min.

– 27/07 (Domingo)
O pranto de um ídolo (Ano 1963)
Direção: Lindsay Anderson
Elenco: Richard Harris, Rachel Roberts, Alan Badel.
Detalhes: Preto e Branco, 134 min

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: