Domingo, 19 de Maio de 2024 Fazer o Login

Mais uma joalheria é alvo de assalto em Araguari

qui, 16 de janeiro de 2014 00:04
A ação criminosa ocorreu à luz do dia em um estabelecimento próximo a praça Manoel Bonito. Foto: Gazeta do Triângulo

A ação criminosa ocorreu à luz do dia em um estabelecimento próximo a praça Manoel Bonito. Foto: Gazeta do Triângulo

DA REDAÇÃO – Mais uma joalheria no centro da cidade foi assaltada na tarde de ontem. Este é o segundo caso em menos de uma semana e há indícios de que os mesmos ladrões estejam por trás dos dois crimes, cometidos em circunstâncias parecidas.

Segundo a Polícia, o suspeito chegou à loja por volta das 16h20. Ele se passou por cliente e pediu à funcionária para ver correntes de ouro e prata. Assim que a mulher trouxe as jóias, ele teria mostrado a arma e dito como ela deveria agir a partir daquele momento, conversando normalmente e sem anunciar o roubo em voz alta.

Ainda abalada, a vítima abordada pelo criminoso contou que ele fez ameaças e mandou os clientes e os colegas de trabalho dela irem para um cômodo nos fundos da loja. “Disse que se eu gritasse ou reagisse, me mataria e chamaria outros três homens que estavam num carro esperando por ele para matar os outros funcionários,” afirmou.

O assaltante colocou os tecidos com as jóias debaixo da camiseta e fugiu. De boa aparência, ele trajava camisa lilás, calça preta e tênis branco. Os responsáveis pela joalheria preferiram não se pronunciar sobre o roubo.

Rastreamentos foram realizados na cidade, mas até o fechamento desta edição, não houve êxito na localização dos ladrões.

RECONHECIMENTO
A ação durou cerca de 10 minutos e foi registrada por câmeras de segurança. O proprietário e uma funcionária do outro estabelecimento roubado na semana passada estiveram no local e reconheceram o criminoso, ainda não identificado. A Polícia acredita que o ladrão recebia apoio de comparsas para praticar os crimes e que eles sejam de outra cidade.

Os dois crimes ocorreram à luz do dia. No assalto de quinta-feira, 9, as vítimas também teriam ouvido os autores falarem sobre a cobertura em um automóvel nas proximidades.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: