Quarta-feira, 17 de Abril de 2024 Fazer o Login

Mais de cinco mil cartinhas de Natal à disposição de voluntários

qui, 12 de dezembro de 2013 09:34

“Papai Noel meu nome é Geovana, tenho doze anos, moro no bairro Tocantins. O meu maior sonho era ter uma família completa, sou órfão, perdi meu pai quando eu tinha sete anos, sinto muita falta dele. Papai Noel, também queria outro presente: uma bicicleta. A minha mãe é faxineira e não tem dinheiro para me dar, o dinheiro dela, só dá para pagar o aluguel e comprar comida, não sobra nada para mim, por favor, Papai Noel, atende o meu pedido, quero muito realizar o meu sonho.”

“Querido Papai Noel sou a Marjorie, tenho oito anos, meu sonho é que o senhor pudesse trazer para o mundo mais alegria, paz e amor. Sabe Papai Noel, lá na minha rua tem muitas crianças pobres assim como eu, tenho uma coleguinha que o papai dela fuma droga, ela sofre tanto. Eu queria também, que o senhor me desse uma boneca, aí eu vou poder brincar com ela todo o dia, obrigado Papai Noel”.

Histórias como essas, reais, simples e muitas vezes dramáticas, estão nas milhares de cartas recebidas na campanha Natal dos Correios que, este ano, traz o tema “Você pode tirar os sonhos de uma criança do papel”. As cartinhas, geralmente muito coloridas e cheias de desenhos, escritas por crianças em situação de vulnerabilidade social para o Bom Velhinho, podem ser escolhidas por voluntários, das 9h às 16h, na agencia Central dos Correios, que fica na avenida Getulio Vargas 299. Os interessados devem entregar os presentes escolhidos pela garotada na carta até o dia 20, no mesmo local.

Este ano, a campanha ganhou o reforço do projeto Natal Luz de Uberlândia, que abraçou a ideia e mobilizou alunos de várias escolas municipais que também endereçaram seus pedidos ao Papai Noel. De acordo com a coordenadora dos Correios em Uberlândia,Clarice Mara, são mais de 5 mil cartas que foram escritas por alunos de escolas municipais que estão à espera de resposta. “Fizemos uma parceria com a Prefeitura para recebermos as cartinhas e agora necessitamos da ajuda da população que, com certeza, vai aproveitar o espírito solidário do Natal e atender uma criança, para fazê-la sorrir”, disse a coordenadora.

“São muitas histórias emocionantes. Algumas pedem de presente fraldas e roupas, outras material escolar. Fica até difícil de escolher, mas vou levar um montinho e dividir com amigos, o importante é que todas as crianças tenham seu desejo atendido”, afirma a voluntária Mistze Barbosa, que juntamente com a sua filha em lágrimas, estava escolhendo mais de vinte cartinhas para entregar a um grupo de voluntários da sua igreja. Já a diretora de vendas Maria Eugênia participa pela primeira vez da campanha dos Correios e diz estar encantada com tanta criatividade das crianças em fazer o seu pedido de Natal. Ela ainda não tem filhos, por isso, decidiu ajudar a uma família mais necessitada. “Deus me deu uma melhor condição financeira, então é o meu papel contribuir para com os menos favorecidos”, diz Maria.

“Vale a pena ver o lindo sorriso de uma criança ao ter seu desejo respondido, não custa quase nada contribuir com quem não tem. E no final, quem ganha, somos nós mesmos, fazer o bem enche a nossa alma de alegria”, afirma a voluntária Francisca da Silva, que também derramava suas lágrimas enquanto lia uma cartinha.

Serviço
O que: Campanha Natal dos Correios
Local: Agência Correio Central
Endereço: Avenida Getulio Vargas, 299 das 9h às 17h
Período de doações: até o dia 14 de dezembro    

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: