Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Imprudência é a principal causa de acidentes envolvendo motocicletas em Araguari

sex, 10 de janeiro de 2014 01:01
Somente nesta quarta-feira, 8, foram registrados quatro acidentes de trânsito, três deles envolvendo motociclistas. Foto: Arquivo

Somente nesta quarta-feira, 8, foram registrados quatro acidentes de trânsito, três deles envolvendo motociclistas. Foto: Arquivo

DA REDAÇÃO – Somente nesta quarta-feira, 8, foram registrados em média quatro acidentes envolvendo motocicletas no perímetro urbano de Araguari. Um deles ocorreu na avenida Coronel Theodolino Pereira de Araújo. Segundo a Polícia Militar, por volta das 17h um veículo Fiat Strada atravessou a via central sentido Brasil Aciolly, colidindo com uma Honda Biz que seguia pela avenida.

A condutora Paula Marques Schultz se queixando de dores na perna esquerda foi socorrida rapidamente pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Pronto Socorro com uma fratura no fêmur. Até o fechamento desta edição a jovem de 18 anos permanecia em observação.

À PM, o condutor do veículo de 23 anos afirmou que parou no canteiro central a fim de aguardar o fluxo de trânsito, entretanto por haver outro veículo ao seu lado, não conseguiu avistar a motoneta.

De acordo com o soldado Paulo Vieira de Freitas, que acompanhou a ocorrência, a vítima trafegava de maneira irregular, pois ao serem verificados os documentos, foi constatado que ela não possui habilitação, assim teve a sua motoneta apreendida.

Outros casos foram registrados ainda na rua Martinez Rodrigues da Cunha, momento em que um caminhão Volvo se chocou com uma motoneta parada em frente à um estabelecimento comercial. Ninguém se feriu. Nas proximidades do Bosque, Gustavo Aparecido Moraes Rodrigues de 20 anos, acelerou sua moto a fim de conseguir atravessar a via com o sinal que permitia o tráfego, entretanto foi abalroado por um veiculo Fiat Uno. A condutora afirmou que estava aguardando na via até que pudesse atravessar. Assim que pôs seu carro em movimento se chocou com o motociclista.

Confirme ressaltou o sargento Barros, do Departamento de Trânsito da Polícia Militar, a maioria dos acidentes é registrada por imprudência dos motoristas e falta de atenção no trânsito. “Os condutores precisam sempre estar atentos e andar com cautela conforme a velocidade permitida na via em questão. Muitos motociclistas se arriscam a avançar mesmo em paradas obrigatórias e até mesmo sem habilitação, o que vem ocorrendo bastante no município,” comentou.

Uma explicação para isso seria a fácil aquisição de uma motocicleta ou motoneta. O aumento da quantidade de motocicletas na frota araguarina nos últimos anos poderia ser motivo de comemoração aos vendedores não fosse o exponencial crescimento da mortalidade nos acidentes.

No Brasil, no ano de 2011, 66,6% dois terços das vítimas no trânsito foram pedestres, ciclistas ou motociclistas que, segundo o Mapa da Violência de 2013, constituem o fator impulsor da violência no trânsito. Especialistas acreditam que o fato deve ser enfrentado com medidas e estratégias de conscientização.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: