Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Fiscalização de ambulantes é intensificada em Araguari

sex, 20 de dezembro de 2013 01:54

Ação visa resguardar os ambulantes cadastrados no município

A expectativa é que a fiscalização seja intensificada até a véspera do Natal. Foto: Gazeta do Triângulo

A expectativa é que a fiscalização seja intensificada até a véspera do Natal. Foto: Gazeta do Triângulo

P.J. GODOY – Uma ação conjunta intensifica a fiscalização de ambulantes em situação irregular antes do Natal em Araguari. A iniciativa, consolidada nos momentos que antecedem a principal data do comércio no ano, ocorre de encontro ao crescimento da venda ilegal de mercadorias.

Para impedir o avanço dessas infrações, diversas equipes se dividem para apurar aqueles que estão devidamente cadastrados no município. As ações são acompanhadas por representantes das secretarias de Serviços Urbanos, Meio Ambiente e Fazenda, além da Polícia Militar, Procon (Programa de Orientação e Proteção do Consumidor), Vigilância Sanitária e Ministério Público, que atuam na identificação de mercadorias falsificadas, tributação, respaldo jurídico e ocupação irregular nas vias públicas.

Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, o secretário de Serviços Urbanos, Odon de Queiroz Naves, informou que as ações seguem o alerta repassado anteriormente aos comerciantes.

“As fiscalizações ocorrem de maneira intensiva em dois turnos, pela manhã e a tarde. Caso os ambulantes não estejam cadastrados e atuem de forma irregular, todo o material é apreendido. O objetivo é valorizar aqueles que exercem o serviço corretamente. Há duas semanas, estamos orientando as pessoas para cumprirem os códigos de postura, sanitário, tributário e as adequações previstas no regulamento interno”, declarou. Ainda de acordo com o titular da pasta, muitos dos referidos comerciantes não residem no município.

“Identificamos que esses ambulantes não são de Araguari e atuam sem licença e alvará para o funcionamento. Deparamos com inúmeras irregularidades. Em uma delas, o comerciante vendia um perfume falsificado cobrando um alto valor. Até cartão de crédito era viabilizado para facilitar a venda”, completou.

Conforme apurou a reportagem, 32 ambulantes foram cadastrados até então. Ainda assim, a expectativa é que a fiscalização seja intensificada até a véspera do Natal. Os materiais apreendidos que puderem ser reaproveitados são levados ao Ministério Público, que deve encaminhar para instituições sociais. Enquanto isso, as mercadorias irregulares serão descartadas no aterro sanitário.

2 Comentários

  1. Marcio Antonio Rodrigues Peixoto disse:

    deixa este povo trabalhar, vai tirar o ganha pão deles para depois ele irem para ruas pedir e roubar,vamos coidar das coisas mais importantes que e mendigos que fica ai dormindo debaixo das marquises, passando fome e não tirar ganha pão de quem quer trabalhar.

  2. João Paulo disse:

    Valeu Marcio! Falou tudo o que eu queria falar! A maioria dos “produtos legais” vendidos em Araguari são da mesma origem dos produtos dos ambulantes. É só irem na feira do Brás ou na 25 de março, em SP. Dá para marcar churrasco com tanto comerciante de Araguari.

Deixe seu comentário: