Sábado, 24 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Enquete – Qual a sua opinião sobre os serviços de apoio e socorro disponibilizados aos usuários da BR-050?

qua, 9 de julho de 2014 01:38

A partir desta semana, a MGO Rodovias passa a oferecer aos usuários da BR-050 (GO/MG) serviços gratuitos de socorro mecânico, atendimento médico, inspeção de tráfego, combate a focos de incêndio e apreensão de animais, realizados por equipes especializadas.

Para saber a opinião da população, a reportagem da Gazeta do Triângulo entrevistou alguns usuários da rodovia e estudantes que percorrerm o trecho Araguari/Uberlândia diariamente.

Confira:

“Embora em outros estados sejam cobradas taxas abusivas e a qualidade das rodovias seja indiscutivelmente ótima, não acho que pedágio seja solução. As rodovias, em minha opinião, deveriam ser esvaziadas ao máximo dos veículos de carga, o que tornaria sua manutenção mais barata e quem sabe assim os pedágios não se tornassem mais uma alternativa tão boa assim. Tirar das rodovias os veículos mais pesados além de conservar as mesma diminuiria consideravelmente as mortes nas estradas. Os problemas estão intrinsecamente relacionados.”
Núbio Oliveira – estudante
.

“Considero a cobrança de pedágios uma fraude. Apesar de que pagando esta tarifa teremos benefícios, como estradas bem conservadas e serviços de proteção ao usuário da via, é preciso lembrar que o Estado possui fundos próprios para este tipo de serviço e o pedágio irá sacrificar ainda mais aqueles que precisam fazer o trajeto todos os dias, seja para estudar, ou trabalhar. O cidadão sofre cada vez mais com tributos e os demais gastos.”
José Luís da Costa – presidente do SindUTE Araguari
.

“Acho que o valor deveria ser menor ou não ser cobrado para os moradores das cidades de Araguari e Uberlândia, pois é grande o número de veículos que passa na BR-050 vindos de outros estados e os caminhões de carga acabam estragando as estradas. Com relação aos serviços, acredito que será um ganho para os motoristas que terão suporte e apoio em casos de necessidade e urgência.”
Fernando Silva Moura – Técnico em informática e redes
.

“Os serviços disponíveis pela MGO são interessantes e necessários, no entanto, para usuários frequentes do trecho Ari/Uberlândia, a cobrança de pedágio se torna inviável. Basta fazer um levantamento da quantidade de pessoas que fazem diariamente esse percurso por extrema necessidade. Eu não tenho a solução, mas tenho a sugestão: assim como pagamos pedágios nas rodovias cujo destino é mais longe de nossa cidade de origem, deveria ser aqui na região, pois o trecho que corresponde Araguari/Uberlândia é pequeno para se cobrar dos moradores de ambas as cidades.”
Cristiane Freitas – Auxiliar da Junta Militar de Araguari
.

“Sou contra a cobrança de qualquer tipo de taxa, pois vivemos no Brasil, onde estamos em 1º lugar em carga tributária. Acredito que a conservação deveria ser de responsabilidade do Estado e não por empresas privadas. Os serviços prestados existem por parte da Polícia Rodoviária e Bombeiros, mas o estado não fornece o que e preciso para uma prestação de serviço aos usuários da via. Apesar disso, torço para que esses serviços tragam mais segurança aos usuários da BR 050.”
Wellington Batista Melo – Trabalha em uma empresa de logística
.

“Apesar da cobrança de pedágio que resultará em gastos excessivos para o trabalhador ou estudante, devemos levar em conta a segurança e a garantia da qualidade da rodovia e os serviços de emergência. Acredito que seja válido e necessário para quem trafega pela BR-050.”
Érika Sousa – administradora de empresas
.

“É notável quando se utiliza uma estrada privatizada, principalmente quando se “cai” em um buraco causando um prejuízo maior. Por outro lado, mesmo sabendo da melhoria ainda não concordo com o pedágio entre as cidades de Araguari e Uberlândia principalmente sabendo que muitos cidadãos de ambas as cidades cruzam esta rodovia todos os dias a fim de defenderem seus ganhos mensais, até seria favorável a pagar pedágio se não tivéssemos uma carga tributária exorbitante, por isso ainda acho de extrema responsabilidade do governo a manutenção das estradas.”
Davi Miranda – Servidor Público
.

“As rodovias melhoraram bastante, mas ainda há muita coisa para se resolver. Com relação aos serviços será um apoio para aqueles que precisam utilizar a BR-050. Eu que trabalho em uma empresa com filial em Uberlândia e Uberaba, me preocupo apenas com o pedágio que irá comprometer o ganho de várias pessoas que precisam se deslocar todos os dias.”
Lucael Lopes – Almoxarife de empresa de telecomunicações
.

“Acho um absurdo a cobrança de pedágio em um perímetro de apenas 29 km, pois muitos araguarinos se deslocam para trabalhar em Uberlândia todos os dias. Os municípios deverão sofrer economicamente, mas esperamos que os serviços de apoio venham de encontro a este gasto e garantam mais segurança aos motoristas e passageiros”.
Carmen Lúcia Aguiar Tavares – Advogada
.

“Acredito que estes serviços serão bastante úteis àqueles que trafegam pelas rodovias da região. Entretanto como estudante não concordo com a cobrança de pedágios principalmente em um pequeno trecho como Araguari/Uberlândia. É preciso levar em conta que estes serviços são de responsabilidade do Governo e não deveriam ser cobrados por meio destas taxas abusivas.”
Elvis Absair – Estudante

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: