Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Em tempo

qua, 13 de novembro de 2013 02:43

Abertura Em Resumo
EM TEMPO
Em mais uma edição do Mérito Empresarial realizado pela CDL, a Gazeta do Triângulo mostrou-se soberana entre os votantes pelo prêmio. Com um número superior ao dobro de votos sobre o segundo colocado, o periódico se consolida a cada dia que passa como o mais importante veículo de comunicação da cidade. Sob o comando do competente empresário Darli Amaral, a Gazeta emprega hoje mais de 40 colaboradores diretamente e ajuda no crescimento de nossa terra, mostrando assim, que fazer jornalismo com responsabilidade no interior do país é possível. Parabéns a todos que fazem parte da família Gazeta do Triângulo e obrigado a você, leitor, assinante e anunciante que nos faz mais uma vez receber essa honraria.

COMO ANDA?
Passando pelo cruzamento da rua Cesário Alvim com a Uruguaiana notei que no local ainda existem resquícios do acidente fatal ocorrido a algumas semanas. Restos de vidro e marcas de sangue evidenciam o ocorrido no local trazendo à tona a lembrança de mais uma vida perdida no maluco trânsito de Araguari. O que mais me assusta é que nem sempre os culpados nesses casos são severamente punidos e continuam a transitar livremente com suas máquinas assassinas. Até quando teremos que viver com essas leis estapafúrdias em nosso país?

RALLYE
Um absurdo o estado em que se encontram as ruas de nossa cidade. Apesar das pouquíssimas chuvas que caíram até agora, os buracos se multiplicaram por todos os lados, deixando motoristas e motociclistas  em estado de alerta máximo.

ILUSTRANDO
Somente para relatar algumas das ruas que estão sofrendo com o abandono palaciano, segue uma pequena lista: avenida Padre Norberto, rua Paulino Abdala com Caiapós, rua dos Inhambús e avenida Orlando César, apenas para começar.

ENCONTRO
Acontece no próximo sábado um almoço especial com o nome “50 anos depois”. Esse encontro concentrará araguarinos que frequentaram o antigo Colégio Regina Pacis e tem como objetivo trazer à tona as histórias de vida de todos que frequentaram essa renomada instituição de ensino e hoje vivem em vários recantos de nosso país. A organização segue a cargo do advogado Francisco Rangel, que hoje atua na cidade de Ituiutaba, e em Araguari Ernane Figueiredo toma conta dos trabalhos que tem cerca de 70 pessoas confirmadas. Lembrando que na sexta-feira haverá um “esquenta” no final de tarde na Casa da Picanha e no sábado um delicioso almoço no Restaurante Kabana do Bosque. Parabéns aos organizadores desta maravilhosa festa e que outras iniciativas como esta aconteçam na cidade.

DESABAFO
Araguari sem transporte coletivo: UMA VERGONHA…

SORTE
A Mega-Sena acumulou e pode pagar hoje um prêmio de R$ 6,5 milhões para quem acertar os seis números do concurso 1.547. O sorteio acontecerá a partir das 20h25 (horário de Brasília) no estúdio da Rede TV, em Osasco (SP), e será transmitido ao vivo pelo programa Momento da Sorte. Caso o concurso tenha apenas um ganhador e ele queira aplicar os R$ 6,5 milhões na poupança, receberá mensalmente mais de R$ 38 mil em rendimentos. Mas se o sortudo preferir investir todo o valor do prêmio em bens, poderá adquirir 13 imóveis no valor de R$ 500 mil cada, ou comprar uma frota de 54 carros de luxo. A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 2 e pode ser feita em qualquer uma das mais de 12.600 lotéricas espalhadas pelo país.

EMOÇÃO
Para os amantes do bom futebol, acontece no próximo domingo em Uberlândia, no Parque do Sabiá, um grande jogo do campeonato brasileiro envolvendo Cruzeiro e Ponte Preta.  A partida pode marcar a apresentação da equipe azul celeste em sua ‘casa’ com o título conquistado. Quem tiver interesse em assistir a peleja pode reservar seu lugar com Rodrigo Pisca, organizador da excursão pelos fones 8804-0330 ou 3241-4495. A passagem custa R$ 25,00 e a saída acontece às 13 horas de domingo. O alerta é para que a reserva seja feita até quinta-feira, 14. E dá-lhe Ponte…

ACONTECEU…

Lançada a animação Submarino
Amarelo, dos Beatles
1968

A animação Submarino Amarelo (Yellow Submarine), dos Beatles, era lançada em um dia como este, no ano de 1968, nos Estados Unidos, com base em músicas do quarteto britânico The Beatles. A estreia do filme no Reino Unido aconteceu um pouco antes, no dia 17 de julho. O filme foi dirigido pelo produtor de animações George Dunning e produzido pela United Artists (UA) e King Features Syndicate. De acordo com notícias iniciais, os próprios Beatles iriam dublar seu personagens, contudo, apesar de comporem e cantarem as músicas, os integrantes da banda participaram apenas na cena final do filme, enquanto seus personagens ao longo da animação receberam vozes de outros atores. A obra conta a história de um paraíso aquático, que fica a 80 mil léguas no fundo do mar, chamado Pepperland, protegido pela Banda do Sargento Pepper (Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band). Contudo, o vilão dos mares, o Líder dos Maldosos Azuis (Blue Meanies) que detestava todo tipo de música, decide acabar com Pepperland, deixando-a triste, sem cor e sem som. Entretanto, a bordo de um submarino amarelo e enfrentando todos os tipos de aventuras por vários tipos de mares (do tempo, dos monstros, da ciência, do nada, entre outros) os Beatles chegam para trazer novamente a paz e a música a Pepperland. Anos mais tarde, John Lennon disse que seu filho Sean percebeu pela primeira vez que seu pai havia sido um Beatle depois de assistir ao filme na casa de um amigo, no final da década de 70. Ele voltou para casa e perguntou por que o pai era um desenho animado.

Suprema Corte dos EUA ordena fim
da segregação racial nos ônibus
1956

Em um dia como hoje, no ano de 1956, a Suprema Corte dos EUA decidiu que a segregação racial nos ônibus era ilegal e inconstitucional na cidade de Montgomery e no estado do Alabama. O caso na Justiça teve início com a prisão de Rosa Parks, uma negra norte-americana presa por negar dar o seu assento no transporte público para um branco, em Montgomery, no Alabama. Sua prisão, no dia 10 de dezembro de 1955, deu início a um boicote da comunidade negra ao transporte público. Os negros representavam 3/4 dos usuários. Pelas regras, os brancos sentavam na parte da frente do ônibus, e os negros atrás. Se a parte de trás estivesse lotada e a da frente não, os negros não poderiam sentar ali. Contudo, se ambas as áreas do ônibus estivessem cheias e um branco subisse, todos os negros da fileira mais próxima à área dos brancos deveriam se levantar e dar lugar ao passageiro branco. Rosa estava nesta fileira e se recusou a levantar quando um branco subiu, desobedecendo a ordem do motorista e levada para a prisão. Os negros também deveriam pagar a passagem pela porta da frente para o motorista, mas tinham que descer do ônibus e subir pelos fundos. O boicote chegou oficialmente ao fim no dia 20 de dezembro de 1956, após 381 dias. Durante este período, a comunidade negra se organizou para providenciar outras formas de transporte, com a colaboração de motoristas e taxistas negros. Eles também passaram a caminhar e usar bicicletas para evitar o transporte público. Isso criou um prejuízo financeiro geral e mobilizou as organizações de luta por direitos civis nos EUA. Importantes figuras como Martin Luther King Jr. e Ralph Abernathy incentivaram o boicote como forma de protesto sem uso da violência.

REFLITA
“O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos.”

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: