Terça-feira, 09 de Julho de 2024 Fazer o Login

Definida a implantação da Região Metropolitana do Triângulo

sex, 14 de março de 2014 00:02
Lideranças políticas debatem propostas para a formação da iniciativa
Autoridades municipais e empresariais se reúnem em Uberlândia. Foto: Divulgação

Autoridades municipais e empresariais se reúnem em Uberlândia. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – Diversos representantes de governos e entidades municipais se reuniram nesta quarta-feira, 12, na sede da prefeitura de Uberlândia. O encontro foi motivado pela formação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

Durante a ocasião, várias nuances da proposta foram atribuídas. Entre elas, um estudo de viabilidade técnica promovido pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Elaborado a pedido do prefeito de Uberlândia e presidente da Amvap (Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba), Gilmar Machado (PT), o levantamento avalia as formas de instituir a integração regional e os atributos econômicos, sociais e características peculiares de cada localidade.

A partir do estudo, os participantes tiveram respaldo para debater as alternativas da ação. Inicialmente, a Região Metropolitana do Triângulo será composta por 16 municípios. Aprovada pelas lideranças políticas, a ideia precede outra proposta discutida na reunião.

Com a premissa de fortalecer ainda mais a integração, segue em andamento na Assembleia Legislativa um projeto para ampliar a iniciativa em até 66 municípios. No entanto, conforme apurou a reportagem, a distância urbana entre as cidades poderia interferir na medida.

A comissão responsável por debater a criação da Região Metropolitana do Triângulo é formada por representantes das cinco associações microrregionais do Triângulo e Alto Paranaíba, Amvap, Amvale, Amapar, Amapla e Amvarig. Além disso, Gilmar Machado e os prefeitos de Uberaba, Paulo Piau; Ituiutaba, Luiz Pedro Correia e de Campo Florido, Ademir de Melo, participam das reuniões. Alguns líderes de governos, como Araguari, Araxá e Patrocínio, não estiveram presentes no encontro dessa semana.

Com a expectativa de envolver vários segmentos dos municípios, outra reunião está marcada para o próximo dia 20, às 15h, em Uberlândia. A previsão é que líderes empresariais, municipalistas e deputados federais e estaduais estejam presentes na ocasião.

5 Comentários

  1. Claudio disse:

    Essa região metropolitana, só vai ser bom pra sanguessuga Uberlândia. Vamos sair fora disso, essa familia Prado, nunca fez nada por Araguari..

  2. paulo disse:

    É LAMENTAVEL, VISTO QUE QUASE TODOS OS DIAS VOU A UBERLANDIA E PERCEBO O QUANTO ESTA CRESCENDO, OS DEPUTADOS DE LA DEVERIAM TER CONSCIENCIA E DISTRIBUIR MAIS VERBAS PARA AS DEMAIS CIDADES MENORES.

  3. Luiz Claudio de Miranda disse:

    Concordo em numero, genero e grau com o comentario do Claudio. Quem tem a ganhar com isso so os politicos dessa cidade vampira chamada uberlandia, que nao deixa as outras cidades do Triangulo se desenvolverem e digo mais nao so a familia prado, mas tambem esse Gilmar Machado tambem ‘e embromador, pergunto a vcs o queeste camarada fez pra Araguari? Cade o Campus daUFU, o Campus do Ifet e outras coisas prometidas por ele? Senhores politicos de Araguari pensem bem antes de agirem em nome do povo de Araguari.

  4. antonio disse:

    Até a agua que era abundante em Araguari agora tá faltando. Promessas e mais promessas por parte de politicos descompromissados com a terrinha. Campus da ufu, ou qualquer outra universidade em Araguari é mais um sonho que plantaram pra iludir a população de Araguari, assim como fizeram com a promessa de um shopping para os araguarinos.Araguari infelizmente é governada pela elite do comercio, donos de lojinhas que ha mais de 40 anos sugam as oportunidades de crescimento, prova disso é que esses mesmos embargaram a vinda de outras lojas populares para nossa cidade temendo a concorrencia, shopping aqui só o dia que nascer pelo em ovo. Quem manda são os empresarios das lojas da Rui Barbosa, Marciano Santos, Rodolfo Paixão…..Acorda POPULAÇÃO!

  5. Arthur Teles disse:

    A primeira vez que vi Araguari, tinha hospitais, cinemas, bares, empresas, estádios de futebol(times inclusive),perspectivas.
    A segunda vez que vi Araguari, tinha o desejo de uma Universidade, uma fábrica enorme de cigarros, uma fábrica enorme de refrigerantes, tinha uma sede da receita federal, uma sede do INSS antigo INPS, tinha uma RFSSA.
    A terceira vez que vi Araguari, sobraram os mesmos clubes de serviço, a mesma imprensa(inclusive as mesmas pessoas, salvo as falecidas),os mesmos políticos da segunda vista que tive.
    Moral da História: Araguari nunca teve deputados e já teve tanta muita coisa. O mal de Araguari está no discurso desses que vivem falando que a cidade precisa de um representante Estadual ou federal. Em minha pequena modéstia, falta é representante local mesmo.
    Começa assim menosprezando as reuniões e a população acaba pagando “ o pato “.

Deixe seu comentário: