Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Curto circuito provoca incêndio em residência no bairro São Sebastião

ter, 25 de julho de 2023 08:06

Da Redação

Foram queimados dois veículos e uma motocicleta, que estavam na garagem

Os incêndios em edificações englobam prédios comerciais, escolares, residenciais, hospitalares e multifamiliares (com duas ou mais residências verticalizadas), entre outras modalidades. Dentre as principais causas desse tipo de incêndio, estão as seguintes categorias: elétrica, vazamento de gás, inflamáveis e manuseio na cozinha.

No dia 23, a Segunda Companhia de Bombeiros Militar foi acionada para atender uma ocorrência de incêndio em residência, na rua dos Carvalhos, bairro São Sebastião.

Conforme o Corpo de Bombeiros, chegando ao local, as equipes encontraram altas chamas na residência. Foi montada uma linha direta para combater o incêndio, onde foram usados aproximadamente quatro mil litros de água.

Testemunhas relataram que, houve um curto circuito na fiação do padrão de energia, o que deu início ao incêndio.

Ainda segundo os bombeiros, foram queimados dois veículos e uma motocicleta, que estavam na garagem. No interior da residência foram identificados danos estruturais, como trincas e fissuras nas paredes. O fogo também destruiu parte do forro, danificando janelas e deixando fuligem. Houve perda generalizada dos móveis que estavam na parte externa da casa, como: mesa, cadeiras, além de uma geladeira e um pula-pula infantil.

“Não houve vítimas. Foram acionadas uma equipe da CEMIG e a Defesa Civil, para avaliar a estrutura da casa”, disse a Segunda Companhia de Bombeiros Militar.

Ontem, 24, a reportagem da Gazeta conversou com a sargento Adriana Campos para saber quais são os motivos de esse tipo de incêndio estar acontecendo no município. “Segundo testemunhas, o incêndio começou no padrão de energia. A Defesa Civil fez uma perícia no local e constatou que existe um coqueiro próximo a esse padrão e provavelmente, isso ainda não está confirmado, as folhas do coqueiro, por causa do vento, bateram na fiação causando esse curto circuito”, explicou.

A sargento também esclareceu que quantidade de incêndios em residências está na média dos anos anterores e que nenhum deles foi de grandes proporções.

“Nosso trabalho de prevenção acontece nas empresas, pois precisamos do Alvará de Funcionamento. Nas casas não têm como realizarmos esse serviço, pois não temos esse acesso”, ressaltou Adriana Campos.

Para se prevenir contra curtos circuitos, é necessário seguir algumas recomendações, como: faça uma inspeção regular da fiação elétrica em sua residência. Procure por sinais de desgaste, fios desencapados ou conexões soltas. Se detectar algum problema, chame um eletricista qualificado para realizar os reparos necessários. Não conecte vários aparelhos em uma única tomada ou em extensões. Isso pode sobrecarregar o circuito e causar um curto circuito. Substitua equipamentos defeituosos. Considere a instalação de dispositivos de proteção contra surtos elétricos em sua residência. Eles ajudam a prevenir danos causados por picos de energia e surtos elétricos.

1 Comentário

  1. Eliane disse:

    De vez em quando tem que chamar um eletricista profissional e mandar dar uma verificada na instalação elétrica, ver se não tem fios desencapados. É bom ter um disjuntor para emergências. Uma vez deu um blackout no segundo pavimento de minha casa e descobriu-se que eram as maritacas que tinham roído os fios.

Deixe seu comentário: