Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Contribuintes devem evitar prejuízos após o vencimento do IPVA

sáb, 29 de março de 2014 01:36

DA REDAÇÃO – Terminou nesta sexta-feira, 28, o prazo para a terceira parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O último dia do calendário de vencimentos se remete às placas com final 0. Para regularizar a situação, os contribuintes inadimplentes podem se dirigir a agências bancárias e casas lotéricas do município. Todavia, devem ficar atentos aos devidos procedimentos.

Foi o que alertou o chefe da Administração Fazendária, Arthur de Oliveira. Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, ele atribuiu grande parte das irregularidades à falta de atenção no momento do depósito.

“Sempre aconselhamos os contribuintes para que, se possível, eles exerçam o pagamento de forma completa evitando que o imposto caia no esquecimento. Esse é um risco que pode acometer a qualquer um. Outro problema é quando as pessoas depositam as parcelas em agências bancárias diferentes, podendo pagar o mesmo mês novamente por falta de atenção”, destacou.

De acordo com a Administração Fazendária, Araguari somou aproximadamente 40% de inadimplência entre dezembro e fevereiro. Ainda assim, a arrecadação aumentou em relação ao mesmo período do ano anterior, quando o município chegou a ficar quase 3% abaixo da média.

“Este ano, a arrecadação está 1% acima da média. A estimativa é de encerrarmos o mês com R$ 16 milhões. Infelizmente, há muito tem se mantido um alto índice de omissões, com 20% em valor e mais de 30% em quantitativo, concentrado principalmente em veículos de custo menor. Além disso, muitos contribuintes confundem os documentos obrigatórios”, conta Arthur de Oliveira.
Com base na afirmação, o IPVA pode ser pago em três prestações ou parcela única, seguindo um calendário conforme os números finais da placa dos veículos.

As taxas de licenciamento são fundamentais para obter o Certificado de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV). O prazo para o pagamento da TRLAV encerra nesta segunda-feira, 31.

Conforme apurou a reportagem, a previsão é que as fiscalizações sejam intensificadas a partir de abril. A inadimplência nos prazos estabelecidos pode render multas diárias de 0,3% ou 20% após o 30º dia do mês, com juros calculados mediante o valor do imposto ou prestação.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: