Terça-feira, 25 de Junho de 2024 Fazer o Login

Consórcio Planalto assume concessão da BR-050

qua, 15 de janeiro de 2014 00:03
Nos primeiros meses, o trabalho será voltado para melhorias nos serviços, conforto e segurança dos condutores. Foto: Divulgação

Nos primeiros meses, o trabalho será voltado para melhorias nos serviços, conforto e segurança dos condutores. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – A MGO Rodovias (Concessionárias de Rodovias Minas Gerais Goiás S/A) assumiu nesta segunda-feira, 13, a BR-050 correspondente ao trevo com a BR-040 em Cristalina (GO) e o município de Delta (MG). Criada pelo Consórcio Planalto, a empresa foi a vencedora do leilão em 18 de setembro do ano passado.

Conforme informações da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) a rodovia possui 436,6 km de extensão, sendo que metade do trecho é pista dupla. Segundo projeto da MGO Rodovias, o trabalho deve ser iniciado nos próximos meses e inclui condições de conforto e segurança, bem como a solução de problemas. A partir do mês de julho, serviços de socorro médico e mecânico serão gratuitos. Também antes do início da cobrança de pedágio, a concessionária deverá duplicar 10% do trecho total até o final do quinto ano.

O diretor-presidente da MGO Rodovias, Helvécio Soares, afirmou que cerca de R$ 300 milhões serão investidos neste primeiro ano. A previsão é de que, em cinco anos, toda a rodovia esteja duplicada e com a construção de 22 km de vias marginais, sete passarelas, 24 interconexões e um trevo.

A rodovia foi a primeira a participar do Programa de Investimentos em Logística (PIL) a ser leiloada. O Consórcio Planalto venceu a disputa com o deságio de 41,4% na tarifa do preço do pedágio em relação ao valor fixado. A concessão deve consumir R$ 3 bilhões de investimentos em 30 anos de contrato. A rodovia é uma das vias que faz a ligação entre o Distrito Federal e São Paulo e corta municípios de atividade agroindustrial e comércio atacadista do Triângulo Mineiro.

Homologação

A ANTT também homologou, no Diário Oficial da União o resultado do leilão de concessão da BR-163, em Mato Grosso. O trecho concedido tem 847,2 quilômetros e liga o estado ao Paraná. A vencedora foi a Companhia de Participações em Concessões (CPC, parte do Grupo CCR), que ofereceu tarifa de R$ 4,381 para cada 100 km rodados, valor 52,7% menor que o máximo estabelecido pelo governo federal.

Fonte: ANTT

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: