Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Condenado o estuprador da idosa encontrada morta no bairro Bosque

qui, 10 de julho de 2014 00:13

DA REDAÇÃO – Uma pena de 14 anos de reclusão, inicialmente no regime fechado, sem o direito de recorrer em liberdade foi aplicada a Lucivalton Lopes dos Santos, que confessou a autoria do crime que vitimou Maria Regina Andrade e Silva, na madrugada do dia 27 de setembro de 2013, no bairro Bosque, em Araguari.

O réu de 36 anos de idade foi condenado por estupro seguido de morte, mediante recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima. O juiz Ewerton Roncoleta proferiu a sentença, ressaltando não haver dúvidas quanto à participação do acusado bem como ao delito ocorrido.

A defesa tentou a desclassificação para estupro simples com o delito de homicídio culposo (sem a intenção de matar). Quis também provocar a realização do incidente de insanidade mental de Lucivalton, sendo tais pedidos negados pela Justiça.

Ao confessar a autoria do crime, o réu disse que naquela noite esteve em um clube de dança, tendo usado bebida alcoólica e drogas. Ao chegar ao local dos fatos, ele entrou pela janela do apartamento de Maria Regina com o objetivo de cometer o estupro.

Contou também que depois de amarrar braços e pernas da idosa com o elástico de um lençol, manteve relações sexuais forçadas com a vítima. Para que a mulher não gritasse e despertasse a vizinhança, o criminoso utilizou uma toalha na boca da mesma.

Lucivalton foi capturado por policiais militares na manhã seguinte aos fatos na casa de familiares, no bairro Santa Helena e encaminhado ao Presídio de Araguari. Maria Regina tinha 59 anos, era aposentada e morava sozinha num conjunto de prédios perto do Bosque John Kennedy.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: