Terça-feira, 25 de Junho de 2024 Fazer o Login

Coluna: Radar (14/10)

qui, 14 de outubro de 2021 08:08

SEPULTURAS

A direção dos cemitérios informou ontem, 13, em nota, que a manutenção, conservação e identificação dos túmulos são de responsabilidade dos familiares. Sendo assim, quem não realizar as devidas obrigações, será notificado para cumprimento em 180 dias, podendo ser considerado abandono após tal prazo. Vale lembrar que toda e qualquer ação de conservação deverá ser devidamente comunicada com fotos ao órgão competente.

 

 

CARA, CRACHA

Ainda sobre cemitério, a direção atual vem se movimentando para conseguir uniformizar seus funcionários e identificar as pessoas que trabalham para empresas terceirizadas, uma vez que a falta de identificação ao longo de décadas pode ter contribuído com as milhares comercializações ilegais de sepulturas.

 

CORRERIA

Como se esperava, o dia ontem foi de fila longa no setor de tributação da prefeitura, em busca das guias para pagamento do IPTU 2021.

 

CUIDADO

Ontem, em uma conversa com o gerente geral da Caixa de Araguari, Édison Divino de Queiroz, ele alertou sobre mensagens enviadas solicitando atualização de cadastro junto a Caixa. Não caiam nessa!

 

O VENTO LEVOU

A ausência da imagem do cantor Gusttavo Lima na porta da empresa Arroz Vasconcelos acabou gerando rumores na cidade sobre o fim da parceria entre o sertanejo e a empresa. No entanto, conforme apurado pela coluna, ocorreu que o painel não suportou um forte vento, mas que será recolocado no lugar, e que a parceria com o astro continua.

 

ABSURDO

Na semana passada, o deputado estadual Raul Belém (PSC) posicionou contra o licenciamento das bicicletas elétricas e não poupou críticas ao CONTRAM, que baixou decreto que irá obrigar a documentação da bicicleta e do condutor. “Tem alguém levando vantagem com isso!”, disse o parlamentar.

 

MENSAGEM RECEBIDA

“Caro Adriano,

Na semana passada realizamos uma reunião remota com a Prefeitura de Araguari e a Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas) para encaminhar a construção de unidades habitacionais no município. A edificação de cerca de 130 residências chegou a ser licitada, mas as empresas vencedoras não assumiram as obras por questões de ajuste financeiro. Assim, buscamos conjuntamente uma solução, na qual a prefeitura, por decisão do prefeito Major Renato, assumirá a condução do processo para viabilizar a construção das unidades, com consultoria e orientação da Cohab Minas.”

Doorgal Andrada – Deputado Estadual

2 Comentários

  1. darciano disse:

    nem depois de morto as contas nâo vão parar de chegar e a familia depois de um tempo vai começar a reclamar e brigar,e o morto que vai se lascar…quero ser enterrado bem longe dai,para me apascentar e fugir das contas a pagar.

  2. Anônimo disse:

    Tem gente fazendo um estardalhaço com esse assunto das bicicletas, aproveitando a oportunidade, fazendo politicagem. Qual será o próximo assunto que vai aparecer. Os desesperados da vida aproveita. Se depender de mim, a vida boa de muita gente acaba, a mamata. Eu pego os papéis de políticos que jogam aqui em casa, hoje mesmo já vi um punhado aqui em casa, eu rasgo tudo em mil pedacinhos e jogo tudo no lixo e aí de quem eu pegar jogando.

Deixe seu comentário: