Domingo, 19 de Maio de 2024 Fazer o Login

Coluna: Furando a Bolha (24/12)

sex, 24 de dezembro de 2021 10:01

por Leandro Alves de Melo

RETROSPECTIVA 2021

Mais um ano vai se encerrando. Esse especificamente ao lado de 2020 foram anos muito difíceis. Tivemos perdas irreparáveis com a pandemia, mais de 600 mil mortes, inúmeras crises políticas, econômicas e sociais que atravessaram nosso país.

Apesar de tudo, aos que conseguiram, podemos dizer que estamos vivos. E a vida assim como um novo ano, é cheia de altos e baixos. É lotada de esperança e desilusão.

No aspecto pessoal, há mais ou menos 6 meses comecei a escrever para esse jornal. E nesse período, apesar de breve, discutimos diferentes assuntos: atualidades, pandemia, meio ambiente, política, fatos jurídicos, etc.

Como sempre disse aqui, sempre procurei pautar aquilo que a melhor ciência defende. E no final do dia, posso dizer que cumpri com o prometido no primeiro texto desta coluna. Trouxe grandes nomes em diversas áreas que abrilhantaram os debates propostos. Dei conselhos, opinei, sugeri livros, séries, filmes, e algumas vezes, talvez, posso ter me equivocado em algum posicionamento, mas o que nunca deixei de fazer foi tentar, a cada texto, trazer o meu melhor para você que me acompanha e tira seu precioso tempo (ainda mais nesses tempos líquidos) para me ler.

No próximo ano retornarei com mais energia, como já falei outras vezes, e essa é uma prerrogativa que tenho dada pelo jornal Gazeta, continuarei sugerindo, debatendo, explodir crenças, derrotar as fakes news do momento (e o ano que vem promete, meu caro leitor, com eleições e tantos eventos que ocorrerão). E fazer aquilo que propus desde o primeiro dia: furar bolhas.

Desejo que, diferentemente de 2018, os laços e amizades não sejam desfeitos, que o Brasil e nossa sociedade tenham maturidade para debater os temas urgentes e que realmente importam. O ódio está fora de moda e não nos levou a lugar nenhum. É necessário fazer essa reflexão.

No mais, como diz o poeta mineiro feito de ferro: “para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila desde sempre”. (Carlos Drummond de Andrade).

 

 

Nota do colunista: Desejo a todos leitores do jornal impresso e digital um feliz natal e um próspero ano novo. Sairei de férias do jornal e do trabalho, e voltarei em meados de janeiro para nossos novos encontros.

 

 

Leandro Alves de Melo, graduado em Direito pela UFU, advogado, colunista, é sócio proprietário dos escritórios Alves & Barbosa Advocacia MG e GO, pós-graduado em gestão de pessoas (INESP/SP), especialista em Direito Previdenciário pelo IEPREV/BH, pós-graduando em Direito Constitucional pelo Instituto de Direito Público de Brasília, é Master Trainer em Programação Neurolinguística pelo instituto ADEX.

 

1 Comentário

  1. Tânia M Alves disse:

    Que tenhamos um ótimo Natal e um Ano novo de muita saúde, reflexão e discernimento para fazermos as melhores escolhas para nosso país. Lembrando que a eleição não se resume a escolher o presidente e seu vice, escolher um parlamentar comprometido com as demandas urgentes do povo, com um programa de governo progressista, humano, social, comprometido com o meio ambiente, que valorize a vida, talvez seja nossa única possibilidade de sairmos das trevas que vivemos nós últimos anos. Parabéns, Leandro Alves de Melo por ter nos presenteado com tantas informações úteis. E que venham muito mais no Ano novo.

Deixe seu comentário: