Quarta-feira, 19 de Junho de 2024 Fazer o Login

Coluna: Da Redação (05/10)

qui, 5 de outubro de 2023 08:10

BOLA CHEIA

Para o competente secretário do Meio Ambiente, Guilherme Santana que, após nota intitulada “Risco Iminente”, publicada na coluna de ontem, 03, entrou em contato com a Redação da Gazeta, informando que a vistoria solicitada já está sendo realizada por biólogos da pasta e pelo Corpo de Bombeiros. Mais uma vez nossa admiração pelo trabalho do jovem secretário, que acompanha cotidianamente as necessidades dos munícipes e sempre pronto para resolvê-las.

 

UFA!

A rua Natal Mujalli, que liga a região central da cidade ao bairro Santa Helena, está sendo, enfim, recapeada. Bastante castigada, a importante via foi alvo de muitas reclamações, inclusive, pela realização de pintura da faixa de pedestre em cima de buracos. Agora, o novo pavimento vai deixando a tradicional rua em ótimas condições de tráfego.

 

MAIS VIAS

Em suas redes sociais, a Prefeitura de Araguari assegurou que até o fim do ano, outras 30 ruas serão recapeadas em diversos bairros. No acumulado dos anos de 2021, 2022 e 2023, o benefício terá atingido 80 vias públicas e aproximadamente 50 km de recapeamento, na região central e nos bairros Industriários, Amorim, Santiago, Santa Terezinha e Jardim Millenium.

 

PRECÁRIAS

Dentre as vias da cidade que clamam por melhorias estão as ruas Major Joaquim Magalhães e Pedro Nasciutti (Centro), Joaquim Barbosa e Arlindo Mendes (Amorim), Estácio de Sá (Miranda) e as avenidas Calimério Pereira de Ávila (Miranda) e Batalhão Mauá (Santa Helena).

 

BOCA NO TROMBONE

Na rua Maria Borelli Pelegrine, entre o bairro Gutierrez e o aeroporto municipal, o tráfego de veículo é intenso. Para atrapalhar o fluxo, veículos/sucatas de um estabelecimento próximo estão sendo colocados na via, o que tem gerado muitas reclamações de motoristas que passam pelo local.

 

TRADIÇÃO

Vai até a próxima semana a Festa na Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Araguari. As missas acontecem diariamente, seguidas das tradicionais barraquinhas, com leilões, bingos, música ao vivo e muito mais.

 

PARA CELEBRAR

Ocorre neste domingo, 08, às 9h, na Igreja Matriz Senhor Bom Jesus da Cana verde, a “Santa Missa de Ação de Graças pelos Agricultores”, com o objetivo de agradecer mais uma conquista do município, por Araguari estar entre as 100 maiores e mais ricas cidades do Agronegócio Brasileiro.

 

RECLICLEIROS

Araguari conquistou sua habilitação no Programa Recicleiros Cidades, sendo um dos nove municípios selecionados. Após uma extensa jornada de capacitação através da Academia Recicleiros da Gestão Pública, a cidade está prestes a se tornar cidade modelo de excelência em coleta seletiva e reciclagem. O Recicleiros é uma organização da sociedade civil (OSC), qualificada como OSCIP e reconhecida como entidade ambientalista. Atua como agente integrador entre prefeituras, empresas e catadores, atendendo à Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) e ao Marco Legal do Saneamento Básico (Lei 14.026/2020). Capacita as prefeituras para que elas elaborem e implementem suas políticas públicas para a coleta seletiva e reciclagem.

 

MENOS ESCURIDÃO

A prefeitura de Araguari, através da Secretaria de Infraestrutura informou que trabalha para melhorar a iluminação pública no município, em parceria com a Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG, dentro do Projeto Minas LED, que visa promover a eficiência energética e a redução inteligente do consumo de energia e da demanda no horário de ponta do sistema elétrico.

 

ANSIEDADE

Torcedores do Araguari Atlético Clube não se contêm com a possível parceria com a Prefeitura e a FAMEP. A massa do Galo da Comarca tem muita saudade das participações do time no cenário mineiro e não vê a hora de lotar novamente o Estádio Vasconcelos Montes para acompanhar o time do seu coração.

 

AMPLIAÇÃO

Anualmente, o DER-MG vinha investindo, aproximadamente, R$ 7 milhões na manutenção da malha rodoviária de cada regional. A partir do programa “ConservaPro”, esses segmentos passam a receber, em média, R$ 24 milhões em investimentos. A proposta do Governo de Minas é implantar o novo modelo de manutenção em todas as 40 unidades regionais do DER-MG à medida que os atuais contratos forem vencendo.

 

 

 

1 Comentário

  1. Silvio disse:

    Não tem como chamar o Vasconcelos Montes de estádio, no máximo no máximo um campo de várzea em péssimas condições. Receber torcedores naquelas situações é atentar contra a dignidade humana. Precisa ser derrubado e construído um verdadeiro estádio. Uma equipe sensata de fiscalização não aprova o uso daquele local nas situações atuais de abandono.

Deixe seu comentário: