Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Coluna da ACIUB – Impostômetro instalado na Aciub chega à marca de R$1 trilhão

ter, 7 de julho de 2015 08:46

aciub logo 2 09 2014

Impostômetro instalado na Aciub chega à marca de R$1 trilhão em arrecadação de impostos em todo o Brasil em 2015

Impostômetro instalado na Aciub chega à marca de R$1 trilhão em arrecadação de impostos em todo o Brasil em 2015

Impostômetro instalado na Aciub chega à marca de R$1 trilhão em arrecadação de impostos em todo o Brasil em 2015

 

Em 2015 a carga tributária brasileira deve alcançar o maior nível da história. No dia 29 de junho o painel do Impostômetro, instalado na Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub), registrou a marca de R$ 1 trilhão em arrecadação de tributos desde o início de 2015. No mesmo período do ano passado, o brasileiro havia pagado R$ 940 bilhões em impostos, o que representa aproximadamente R$ 60 bilhões a menos em relação a este ano. Até o dia 31 de dezembro a projeção do Impostômetro é que serão arrecadados R$ 2,09 trilhões em todo o País. O Impostômetro, que calcula esta previsão da arrecadação nacional de impostos, foi criado em 2005 por meio de uma parceria entre Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Desde fevereiro de 2015 a Aciub instalou um painel do Impostômetro em frente à sua sede para conscientizar a população de Uberlândia sobre o total da arrecadação nacional.

Em 2014, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) a carga tributária representou 35,42% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Com a arrecadação de valores tão altos, o brasileiro pode se perguntar o que seria possível fazer com R$ 1 trilhão. Com o valor seria possível contratar mais de 61 mil policiais por ano, construir mais de 10 mil km de redes de esgoto, e até mesmo comprar mais de 12 mil ambulâncias equipadas.

O crescente aumento tributário pode ser uma das causas do alto índice de endividamento das famílias brasileiras. De acordo com o Banco Central, de março para abril deste ano, o volume de dívidas passou de 46,20% para 46,30%, o maior percentual atingido desde janeiro de 2005. Para realização do cálculo é levado em consideração o total das dívidas dividido pela renda, em um período de 12 meses.

Aciub recebe comandante do 2º Comando Operacional de Bombeiros e do 5º Batalhão de Bombeiro Militar de Uberlândia em reunião da diretoria

.

.

 

A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub) recebeu no dia 29 de junho, durante reunião semanal da diretoria da entidade, o Comandante do 2º Comando Operacional de Bombeiros (COB), Tenente Coronel Demetrius Martins Rodrigues, e o Comandante do 5º Batalhão de Bombeiro Militar de Uberlândia, Major Nivaldo Machado.

Durante a reunião os comandantes falaram sobre a liberação de alvarás, o desenvolvimento de projetos em Uberlândia e ressaltaram que durante o comando têm muitos objetivos a serem alcançados, principalmente em relação às atividades de prevenção.

Aciub recebe empresários em evento sobre o Premend

Empresários se reuniram na Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub), no dia 30 de junho para participar de um evento sobre o Programa de Monitoramento de Efluentes não Domésticos (Premend), do Município de Uberlândia. O encontro foi realizado por uma parceria entre a Aciub, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) – Regional Vale do Paranaíba, a União das Empresas do Distrito Industrial (Unedi) e o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae).

O diretor geral adjunto do Dmae, Alexandre Silva explicou aos empresários sobre a criação e implantação do Premend, e falou sobre os objetivos do programa e como são feitas as vistorias. Alexandre Silva ressaltou ainda a importância de conscientizar os empresários. “Esse programa é muito importante para a sustentabilidade do Dmae na área de tratamento de efluentes, quanto mais empresas aderirem ao programa, e se conscientizarem das suas responsabilidades, para nós é importante. Essa interação, essa proximidade que estamos tendo com a Aciub, Fiemg e Unedi, é muito importante. De certa forma nós atendemos, vamos dizer em atacado, fazendo palestras, igual fizemos aqui hoje para muitas pessoas ao mesmo tempo, e isso evita esses atendimentos individuais, mas se necessário o Dmae faz também, nossa equipe está lá para atender qualquer empresário que tenha dúvidas sobre os procedimentos do programa”, afirma o diretor geral adjunto do Dmae.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: