Segunda-feira, 22 de Abril de 2024 Fazer o Login

Colina: Cantinho do Mário (13/11)

sáb, 13 de novembro de 2021 08:40

TEMPUS FUGIT

Todos nós sobre a face da Terra somos meros mortais, ninguém vai ficar para sempre. Não há como segurar o tempo, ele escapa entre os dedos. Quando esperamos ansiosamente por uma data, ela chega e passa em velocidade vertiginosa, quando menos esperamos estamos vendo pelo retrovisor. Quantos impérios e sonhos vieram e se foram, grandes homens passaram pela história, deixaram sua contribuição, são saudosos, outros só plantaram maldade e maus exemplos, como se odiassem tudo e deixaram atrás si um rastro de rancor, destruição, mortes e maldades sem fim. Há, quem acredite que o tempo é estático e somos nós quem passamos, porque a matéria tem seu ciclo, nascer, viver e morrer. Assim devemos deixar as chagas do orgulho e das provações ao tempo, que tudo cura. A raiva, o ódio, as mágoas, só nos trazem sofrimento. Ele é o senhor da razão. O mundo ainda está sendo criado e tem o seu tempo. Essa preocupação com o tempo existe desde que o homem recebeu o dom de pensar, os gregos, em sua crença, já personificavam o tempo como um Deus. Na mitologia grega Cronos era considerado o mais novo dos seis poderosos titãs que pertenciam à primeira geração dos seres divinos, era o filho caçula de Urano, que representava o céu, e de Gaia, que personificava a Terra. Por analogia, Cronos, o tempo, por aqui, continua comendo seus filhos. A preocupação com essa oportunidade transitória em todas idades do homem na Terra tem sido uma obsessão. Há uma ciência para bem utilizá-lo, trata-se de não o desperdiçar com coisas sem sentido e fúteis. Para viver bem é preciso saber administrá-lo, pois é nele que construímos a nossa história. Cada momento da nossa existência tem consequências nesta vida e na eternidade. Deus nos criou simples, ignorantes, nos deu o livre arbítrio porque sem ele seríamos apenas marionetes do destino, ou seja, as coisas correriam à nossa revelia, seriamos como uma pena levada pelo vento. Fomos criados com um fim, amanhã seremos Ministros de Deus na criação, nada que acontece é por acaso, tudo visa nossa evolução espiritual, acreditar em penas eternas é se esquecer que Deus é a bondade infinita. Há quem se prenda em coisas escritas há dez mil anos sem interpretá-las à luz da razão como se fossem a única verdade incontestável. Imaginem, Deus é Onisciente, antes de nos criar sabia por onde andaríamos e o que faríamos, mesmo assim nos criou, que pai é esse que supera a maldade humana mandando muitos de seus filhos para o inferno? Prefiro ficar com a verdade de João: “Deus é amor. ”. Respeito todas opiniões, todas as crenças, todos os seguimentos religiosos, mas, temos que ser racionais. Se considerarmos a humanidade como um organismo vivo, material, espiritual, poderemos fazer uma analogia com o corpo humano, pensem em todas as células do corpo como individualidades, elas concorrem para a romagem do espirito sobre a face deste mundo de provas e expiações onde somos educados. Cada uma tem sua finalidade no contexto, enquanto trabalham solidárias o corpo é forte, saudável e cumpre seu propósito de instrumento, se uma adoece com um câncer por exemplo, todo organismo poderá estar comprometido e levar à “morte” física. Por isso, o Criador nos colocou nesta escola, para que não comprometamos sua obra e nem adiemos nosso destino, que é a perfeição. Entretanto, para chegarmos no ápice da criação é preciso mente, corpo e tempo, e eles são sagrados, pertencem à Deus, são os meios que Ele nos empresta para lapidar essa pedra bruta. Valorizemos a ocasião que passa e poderá não mais voltar, e se tivermos outra oportunidade, nunca será nos moldes da anterior, nosso tempo é aqui e agora. Lembre-se do que disse Jesus, faça todo o bem que puderes, faça as pazes com seu inimigo enquanto estás a caminho, porque o único inferno que existe é o da consciência, depois que voltarmos para casa, ‘mundo espiritual’, as lamentações e as vibrações negativas transformam nossa volta em verdadeiro inferno. Tempus Fugit, “O Tempo voa. ”

MÁRIO FERREIRA:.

1 Comentário

  1. Gerson disse:

    Parágrafos servem para que??

Deixe seu comentário: