Terça-feira, 23 de Abril de 2024 Fazer o Login

Cesta básica em Araguari sai em média por R$149,65

sex, 16 de fevereiro de 2024 08:03

Da Redação

Vários produtos sofreram redução nos preços
Divulgação

Em janeiro, o custo da cesta básica aumentou em 16 das 17 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. A única redução aconteceu em Fortaleza (-1,91%). As elevações mais importantes foram registradas em Belo Horizonte (10,43%), Rio de Janeiro (7,20%), Brasília (6,27%) e Goiânia (6,18%).

Florianópolis foi a capital onde o conjunto dos alimentos básicos apresentou o maior custo (R$ 800,31), seguida por São Paulo (R$ 793,39), Rio de Janeiro (R$ 791,77) e Porto Alegre (R$ 791,16). Nas cidades do Norte e Nordeste, onde a composição da cesta é diferente, os menores valores médios foram registrados em Aracaju (R$ 528,48), Recife (R$ 550,51) e João Pessoa (R$ 559,77).

Em Araguari, entre os dias 6 e 8, o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon realizou uma pesquisa com preços dos produtos da cesta básica, com o

intuito de ajudar a população a encontrar as melhores condições.

O Procon Araguari visitou 15 estabelecimentos comerciais e 20 itens foram selecionados.

Com relação à alimentação, uma cesta básica simples, contendo itens como: um pacote de arroz agulhinha (5kg), custando em média R$29,20; um pacote de açúcar (5kg), saindo por aproximadamente R$18,67; um pacote de feijão (1kg), sendo encontrado a R$8,02; o café em pó tradicional (500g), saindo em torno de R$15,14; o macarrão espaguete (500g), custando em média R$4,03; o extrato de tomate (340g), podendo ser encontrado por R$4,83; a farinha de trigo (1kg), custando em torno de R$4,50; a farinha de mandioca (500g), saindo em média por R$5,48; o fubá (500g), custando em média R$2,47; a margarina (500g), podendo ser encontrada por R$7,33; o óleo de soja (900 ml), custando aproximadamente R$6,24 e o sal refinado (1kg), saindo por cerca de R$2,16. A soma de todos esses produtos é R$108,07. Destaca-se que, todos os itens são básicos e a cesta não conta com produtos, como, biscoitos e bolachas, leite, ovos, frutas, verduras, legumes, dentre outros consumidos todos os dias pela população.

Além disso, o valor total dos itens básicos de higiene e limpeza doméstica é R$41,58. Portanto a cesta básica sai em média por R$149,65.

De acordo com a pesquisa realizada em julho de 2023, os mesmos produtos tinham os seguintes valores: um pacote de arroz agulhinha (5kg), custava em média R$19,74; um pacote de açúcar (5kg), saía por aproximadamente

R$18,40; um pacote de feijão (1kg), era encontrado a R$6,64; o café em pó tradicional (500g), saía em torno de R$12,89; o macarrão espaguete (500g), custava em média R$3,51; o extrato de tomate (340g), podia ser encontrado por R$4,62; a farinha de trigo (1kg), custava em torno de R$4,99; a farinha de mandioca (500g), saía em média por R$6,09; o fubá (500g), custava em média R$2,53; a margarina (500g), podia ser encontrada por R$6,79; o óleo de soja (900 ml), custava aproximadamente R$5,69 e o sal refinado (1kg), saía por cerca de R$2,09. A soma de todos esses produtos é R$93,98 e o valor dos itens básicos de higiene e limpeza doméstica era R$39,59. Portanto a cesta básica sai em média por R$133,57.

O valor médio da cesta básica deste mês é 12,04 % maior, ao encontrado em julho de 2023. Ressalta-se que, o salário mínimo foi reajustado de R$ 1.320 para R$ 1.412, um aumento de 6,97%.

1 Comentário

  1. Eliane disse:

    EU TENHO VISTO VÍDEOS DO NORDESTE E OS PREÇOS LÁ SÃO EXORBITANTES, CHEGARAM A MOSTRAR ARROZ A 62,00, ÓLEO UNS QUATRO REAIS MAIS CARO DO QUE AQUI, TUDO QUE ELES MOSTRAM OS PREÇOS SÃO MAIS CAROS, O GÁS ESTAVA A MAIS DE 130,00 E NÃO SE VÊ MUITA GENTE COMPRANDO PORQUE O POVO NÃO TEM DINHEIRO, PODE SER POR CAUSA DAS GRANDES DISTÂNCIAS QUE ENCARECE O PRODUTO. NAS CAPITAIS SÃO MAIS CAROS. OUTRO DIA VI NA TELEVISÃO O ARROZ VANCONCELOS EM UM SUPERMERCADO DE UBERLÂNDIA 29,00 E AQUI É MAIS DE 33,00.

Deixe seu comentário: