Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Caso Euripão: pela quarta vez, suposto maníaco de Araguari é submetido a exame de sanidade mental

sáb, 26 de abril de 2014 00:41

DA REDAÇÃO – No dia 7 de abril deste ano, Araguari vivia a grande expectativa sobre o julgamento de Eurípedes Martins, o Euripão, de 47 anos, apontado como sendo o maníaco que matou pelo menos cinco mulheres na década passada. Culpado ou inocente? A mobilização era intensa no Tribunal do Júri da Comarca, porém ainda não seria naquela data que a sociedade teria uma resposta sobre a onda de crimes que assolou o município.

A falta de um exame médico-legal no processo sobre a morte de Lara Rodrigues Caetano Pereira, de 13 anos, causou a suspensão do mesmo e o pedido da defesa para a realização do referido tratamento, cujo laudo é considerado essencial para a análise dos jurados.

O juiz Ewerton Roncoleta, presidente do Tribunal do Júri, aceitou a reivindicação do advogado Paulo Braganti e determinou a imediata internação de Eurípedes Martins em manicômio judiciário. Um dia depois a vaga foi aberta pela Secretaria de Estado de Defesa Social em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Nesta semana, após a realização de alguns exames, o acusado viajou acompanhado de agentes prisionais, iniciando o tratamento no Centro de Apoio Médico e Pericial (Camp).

A lei processual indica a necessidade de submeter o réu a procedimento conhecido como incidente de sanidade mental, que é um processo paralelo e que interrompe o curso da ação penal enquanto existir esta dúvida a cerca da sanidade do mesmo.

Os peritos têm um prazo de 45 dias para a conclusão dos laudos, prorrogável quando necessário. Duas soluções poderão ser adotadas, a saber: a primeira, diz respeito à constatação de que o acusado era inimputável ao tempo da infração, assim, o processo retomará seu curso normal; a segunda, diz respeito à comprovação de que Euripão era imputável ao tempo da infração penal, e que a doença veio posterior, mantendo, assim, a suspensão do processo até o restabelecimento do réu, sem prejuízo da realização dos atos reputados à doença.

Essa é a quarta vez que Eurípedes Martins passa por um incidente de sanidade mental. Nas outras, ele foi internado nas cidades de Barbacena e Juiz de Fora, e os laudos foram diferentes, num deles apontando o investigado como responsável por seus atos à época dos crimes.

FIQUE POR DENTRO

Ribeirão das Neves possui mais de 300 mil habitantes e abriga várias prisões do Estado. Numa delas esteve preso o ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes. Fica distante 32 km de Belo Horizonte e 590 km de Araguari.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: