Quarta-feira, 17 de Abril de 2024 Fazer o Login

Cargos na área social são oferecidos em Araguari

ter, 7 de janeiro de 2014 00:08

Parceria com governo estadual objetiva contribuir para
o desenvolvimento social, econômico e político local

DA REDAÇÃO – Instituto Elo, associação privada sem fins lucrativos, qualificada pelos governos de Minas e Federal como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), abre vagas direcionadas aos profissionais com curso superior completo ou em andamento para atuarem como gestor social, técnico social e estagiário na política de prevenção à criminalidade.
Os profissionais irão atuar no Centro de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas (CEAPA), programa do Governo de Minas em parceria com a prefeitura de Araguari.

As inscrições começaram no dia 17 de dezembro e se estendem até as 18h do dia 13 deste mês. Os interessados deverão se inscrever no site www.institutoelo.org.br no link Editais/Processos Seletivos.

O secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana, Wanderley Barroso de Farias será o gestor do termo de cooperação técnica entre o Estado de Minas Gerais e o Município de Araguari, conforme estabelecido no convênio firmado entre as partes. “A vinda do CEAPA é uma conquista do governo Raul Belém (PP) junto ao governo de Minas que vai contribuir para o desenvolvimento social, econômico e político de Araguari, pois vamos executar dois programas: o CEAPA e o PRESP (Programa de Inserção Social do Egresso do Sistema Prisional) que vai gerar emprego com salários atrativos bem como incentivar aqueles que ingressam na faculdade com a possibilidade de estágio”, disse o secretário.

Barroso destacou ainda que no mesmo convênio, o município foi contemplado ainda com o Programa de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (PETP) que está centralizado em Belo Horizonte e representação em Araguari.

A sede do CEAPA e do PRESP está locada pela prefeitura de Araguari, na rua Coronel Lindolfo Rodrigues da Cunha, ao lado da sede das Promotorias de Justiça.

Detalhes sobre os cargos
Para a função de gestor social os interessados devem ter ensino superior completo em Ciências Sociais Aplicadas ou Ciências Humanas, possuir experiência profissional comprovada em movimentos sociais, ONGs ou projetos governamentais, especialmente na área de segurança pública, prevenção à criminalidade ou articulação comunitária e formação de redes. O salário é de R$ 3.353,64 com carga horária de 40 horas semanais mais benefícios.

A função de técnico social exige ensino superior completo em direito, serviço social ou psicologia. Os demais requisitos são os mesmos da função anterior. O salário é de R$ 1.853,84 com carga horária de 30 horas semanais e benefícios.

Os interessados no cargo de estagiário devem estar cursando ensino superior em direito, serviço social ou psicologia. Também é desejável comprovar experiência em movimentos sociais, ONG’s ou projetos governamentais, especialmente na área de segurança pública, prevenção à criminalidade ou articulação comunitária. Para esta função o salário é de R$ 601,02 com carga horária de 20 horas semanais ou quatro horas diárias, com benefício de auxílio transporte, planos co-participativo de saúde e odontológico.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: