Segunda-feira, 20 de Maio de 2024 Fazer o Login

Caos no transporte público continua: vale disponibilizado por empresas privadas não é aceito

ter, 19 de novembro de 2013 14:37

Foram sete dias sem ônibus e parte dos usuários continua
sofrendo com os reflexos da mudança na prestação de serviços

DA REDAÇÃO – A rescisão do contrato entre prefeitura e Expresso Cidade aconteceu no início de agosto. Não informados sobre a verdadeira situação, empresas privadas continuaram efetuando o pagamento referente ao auxílio transporte para a empresa que ficou aparentemente responsável pelo funcionamento deste setor até o dia 6 deste mês.

A situação voltou a se regularizar após sete dias sem transporte coletivo, quando na semana passada, dia 14, a empresa SERTRAN assinou contrato emergencial de 180 dias. Apesar de voltar o funcionamento do transporte, o transtorno ainda continuou, pois, até a manhã desta segunda-feira, alunos e funcionários de empresas privadas passaram por constrangimento ao serem proibidos de utilizar o transporte público conforme informaram à reportagem do Jornal Gazeta do Triângulo. Algumas destas pessoas aproveitaram o espaço da rede social e manifestaram sua revolta em relação ao descaso.

Para averiguar a situação, a reportagem constatou que, uma empresa privada em Araguari investiu em torno de R$ 40 mil em auxílio transporte válido para novembro, no entanto, foram utilizados apenas no início do mês, pois do dia 7 ao dia 13, a cidade não contou com o serviço.

De acordo com informações da prefeitura, a Expresso Cidade não tinha concessão para fazer a venda, desde o início de agosto quando o contrato com a empresa foi rescindido pela prefeitura. Portanto, para minimizar os impactos, gerados em decorrência de negligência tanto da empresa Expresso Cidade quanto da prefeitura de Araguari, o Executivo juntamente com a Procuradoria Geral do Município se reunirão para averiguar as possíveis medidas para resolução do problema. Outra medida será tomada por meio de visitas às empresas privadas para verificar a situação de cada uma delas referente ao pagamento de auxílio transporte deste mês.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: