Segunda-feira, 22 de Abril de 2024 Fazer o Login

Cantinho do Mário – Rosania Maria Texeira

sáb, 3 de outubro de 2015 08:39

Abertura-cantinho

Natural de Araguari, nascida aos 4 de dezembro. Pais: Jesus Teixeira e Hilda Marques Teixeira. Filha: Larissa Teixeira Santos que é formada em Direito e mãe do super Arthur com três anos de idade.

A Rosania passou a infância e juventude em Araguari. Fez o primário, secundário e colegial no Colégio Sagrado Coração de Jesus. É a segunda em uma família com seis filhas.

Rosania Maria Texeira

Rosania Maria Texeira

 

Trabalha desde os dez anos de idade, sempre com uma disposição de fazer inveja. Trabalhou com a Hildete Marques Brandão no Escritório de Contabilidade Brasília por dez anos aonde deixou saudade devido a sua competência e facilidade de assimilar novas tarefas em curto prazo. Dois anos na Vidraçaria Araguarina de nosso saudoso amigo e irmão Adalcindo Vieira do Nascimento e Natercio de Morais.  Por fim fez um concurso e entrou para o quadro da CEMIG com louvor.

Quando ela entrou pela porta do escritório pela primeira vez e eu lhe disse: “-Você acabou com o clube do Bolinha, aqui só trabalham homens desde a implantação da empresa.” Ela  mostrou aquele sorriso lindo e contagiante que é sua marca registrada e com sua competência e juventude alegrou e dinamizou o nosso trabalho.

Mas, a finalidade desta entrevista é mostrar a força e determinação de Rosania como pessoa. Desde muito jovem teve alguns problemas de saúde que preocuparam seus pais. Contudo, ela sempre conviveu com eles sem alarde com simplicidade e aceitação.

Em 1985, estava grávida de sua filha Larissa e apareceram alguns sintomas que prejudicaram sua visão. Procurou o Oftalmologista e após diversos exames constatou-se que estava com um tumor na região pineal do cérebro e necessitava de cirurgia urgente. O neurocirurgião foi enfático: as possibilidades de sucesso da cirurgia eram 10% e mesmo assim poderia haver sequelas irreversíveis.

Ela fez um balanço da situação e considerou em um gesto nobre de entrega e amor que a cirurgia poderia prejudicar a criança que carregava. Estava com dois meses de gravidez e adiou a cirurgia para após o parto. Depois de dar a luz finalmente fez a cirurgia e embora as previsões fossem as piores, saiu-se bem. Mas algumas sequelas ficaram  e ela tem que conviver com elas. Embora com a idade elas recrudesçam em momento algum ela se entregou, pelo contrário é uma pessoa agradecida a Deus pela oportunidade e mantém um bom humor e uma alegria contagiante.

Apesar de todas as suas dificuldades acompanha a irmã Lucia e visita pacientes de câncer para levar um pouco de amor, carinho e esperança. Nunca perdeu sua fé em Deus, pelo contrário. Para mim ela é um exemplo de força, abnegação e amor à vida. Um beijo no coração de minha amiga, sofrida, mas, feliz que Deus nos mandou como espelho.

Faço aqui uma afirmação, como acontece com todos nós, um dia o mundo vai destruir seu corpo, mas não domará seu espírito.  E depois dizem que a mulher é o sexo frágil. Será?

CASOS E HISTÓRIAS PITORESCAS DE ARAGUARI

O Zé quebrou o punho e depois de longo e tenebroso inverno, foi ao consultório do médico para tirar os pinos de fixação da cirurgia. Como é natural, o médico pediu para ver como estava a mão antes do tratamento de fisioterapia. Ele mostrou a mão com cara de piedade e falou:

“-Doutor, melhorou muito, mas minha mão ainda está dura, veja meus dedos não fecham direito.” Antes que o médico falasse qualquer coisa sua esposa se adiantou olhou a mão dele e disse:

“-Está ótimo doutor, pode pegar no cabo da vassoura.”

O Zé se sentiu como cobra que morde no próprio rabo. Quem não tem dinheiro…

 

1 Comentário

  1. Jonmil disse:

    Parabens pela materia

Deixe seu comentário: