Segunda-feira, 22 de Abril de 2024 Fazer o Login

Cantinho do Mário – Mardem Ferreira Soares

sáb, 28 de julho de 2018 05:46

Abertura-cantinho

Natural de Araguari, nascido aos 5 de dezembro. Pais: Jamir Batista Soares e dona Margi Ferreira de Fátima Soares. Solteiro, tem dois filhos: Larissa, formada em Economia e agora estudando Medicina na UFU e Lucas, no curso Colegial.

Passou a infância e juventude em Araguari. Fez o primário na Escola Estadual Paes de Almeida, o ginásio na Escola Estadual Isolina França Soares Torres e o colegial no Colégio Regina Pacis. Sem tempo para os estudos, Mardem dedicou sua vida ao trabalho. Começou com o pai na feira livre. Algum tempo depois, seu pai resolveu arriscar-se no comércio e fundou o Palácio dos Feirantes ali na rua Rui Barbosa, quem se lembra? O Mardem trabalhou lá de 1980 a 1987.

Mardem Ferreira Soares

Mardem Ferreira Soares

 

Aprendeu a consertar panelas com o pai e resolveu montar seu próprio negócio. Em 1987, fundou a loja Só Panelas ali na rua Marciano Santos onde consertava ou reparava panelas em geral; foi copiado por muitos.

Com o sucesso do empreendimento precisou de mais espaço e aumentou muito sua empresa. Em 1999, fundou a Só Panelas Eletrodomésticos na rua Marciano Santos, 545. Entusiasmado com o bom resultado de seu trabalho e com um espírito empreendedor inaugurou em 2003, o Usadão do Panelão, onde negocia com móveis usados em geral. Jamais deixou sua principal atividade, o conserto de panelas, onde se dedica pessoalmente.

É um homem simples, honesto, tem muitas amizades, muito aplicado e competente no que faz, só pude entrevistá-lo enquanto trabalhava.

Participou de duas diretorias de instituições araguarinas, mas por falta de tempo teve que pedir demissão de seu cargo. Se quiserem encontrá-lo, está sempre ali na loja Só Panelas situada na Marciano Santos, 519, fone: 3241-3948.

É uma ótima pessoa, um grande empresário que não perdeu a simplicidade.

Um super abração pra ele e pro meu amigo de muitas modas Jamir.

CASOS E HISTÓRIAS PITORESCAS DE ARAGUARI

O Zé é conhecido pela sua língua ferina; é mestre em dar respostas que deixam as pessoas desconcertadas.

Eu estava em um Banco quando chega o Pedro e me cumprimenta todo feliz. Enquanto usava o caixa eletrônico percebi que o Zé também havia chegado e logo desenvolveu um bom papo com o Pedro.

Este, muito observador, viu um relógio mais feio que briga de foice no braço do Zé e não se fez de achado, com muita malícia lascou:

“-Que belo relógio Zé, é novo?” O Zé olhou pro cebolão encardido e respondeu:

“-Não é o mesmo, só que eu o lavei.”

Eu não aguentei. Ri até quase passar mal. Isso é o que dá.

Quem não tem dinheiro…

MÁRIO F. S. JUNIOR

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: