Segunda-feira, 22 de Abril de 2024 Fazer o Login

Cantinho do Mário – Ivan Luiz Neto

sáb, 24 de novembro de 2018 05:19

Abertura-cantinho

Natural de Araguari, nascido aos 24 de outubro. É filho da dona Ilda Luiza Neto. Solteiro. Filha: Emanuelly, 7 anos. Fez o primário na Escola Estadual Paes de Almeida, o colegial no Colégio Positivo, formou-se em Educação Física pelo Imepac em 2009. Passou a infância e juventude em Araguari.

Ivan Luiz Neto

Ivan Luiz Neto

Em sua vida trabalhou em diversas profissões: foi garçom, frentista e segurança. Por admirar as artes marciais começou aos dezesseis anos de idade a praticar jiu jitsu; aos 23 anos aderiu ao boxe e começou a competir MMA (Artes Marciais Mistas), na região. Sua última luta foi em 2012, em Paracatu.

Com 32 anos de idade viajou para Londres e ganhou uma bolsa de estudos de uma academia de boxe onde estudou e praticou também Muaythai por seis meses. Como em Londres é comum exercícios ao ar livre, praças e outros locais, enquanto esteve por lá aprendeu um pouco mais. Então voltou para o Brasil com a ideia na bagagem. Em 2012, montou a Academia Arena, localizada na rua Antônio Lemos da Silva, 139, telefone 98876-3826.

Aplicou sua própria metodologia ao ar livre para a alegria e aprendizado de seus alunos que adoraram a novidade. A partir daí observou que outras academias aderiram a ideia. Sua academia é especializada em: exercício de musculação em que os usuários utilizam apenas o peso corporal. Lutas como o Boxe, Kick Boxing e Jiu Jitsu infantil e adulto.

Gostei muito do Ivan, sério, compenetrado e trata seus clientes com a máxima atenção, cuidados e respeito; não sou especialista em didática, mas pelo desempenho do trabalho e pela dedicação dele, notei seus clientes satisfeitos. É aquela história, quem sabe faz ao vivo.

Parabéns ao Ivan pela iniciativa, um super abraço.

CASOS E HISTÓRIAS PITORESCAS DE ARAGUARI

Há muitos anos, lá pelos idos de 1975, Araguari recebia energia elétrica pela Cia. Prada de Eletricidade. Os eletricistas saiam em duplas na camionete quando iam fazer manutenção na iluminação pública.

Naquele dia o Zé, com seus sessenta anos de idade, era o motorista e o Sebastião o eletricista mal humorado, saíram para trocar lâmpadas queimadas.

No primeiro poste o Sebastião posicionou a escada sem amarrá-la direito e não usou adequadamente o equipamento de segurança individual.

Conclusão, a escada escorregou e o Sebastião que não havia amarrado o cinto de segurança caiu e se esparramou no chão. Enquanto o Sebastião gemia o Zé, com a cara séria ficou olhando-o com a chave de roda da camionete na mão.

O Sebastião abriu os olhos e viu aquela cena; se levantou a duras penas e perguntou pro Zé:

“-Pra que isso?” (a chave de roda.)

O Zé, com a cara lerda, respondeu:

“- Se tremesse eu acabava de matar.”

Foi o último dia da dupla.

Quem não tem dinheiro….

MÁRIO F.S. JÚNIOR

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: