Segunda-feira, 22 de Abril de 2024 Fazer o Login

Cantinho do Mário – Antônio Carlos Maquias (CACÁ REIS)

sáb, 18 de maio de 2019 05:26

Abertura-cantinho

Natural de Araguari, nascido aos 29 de junho. Pais: Lázaro Malaquias e Maria Abadia Reis Malaquias. Solteiro. Passou a infância em Araguari, a juventude entre Araguari e Uberlândia. Fez seus estudos básicos em Araguari. É coreógrafo e dançarino licenciado com D.R.T.

Antônio Carlos Maquias (CACÁ REIS)

Antônio Carlos Maquias (CACÁ REIS)

Sonhava em ser cantor, contudo, a vida nos abre outras janelas. Seu irmão Marcos Roberto, iniciou em casa um grupo de Street Dance, ou Dança de Rua. Frequentando os ensaios do grupo, Cacá aos poucos descobriu sua verdadeira vocação, a dança. A partir daí se envolveu com essa Arte.

Não ficou por aí, procurou academias de dança para se profissionalizar em Araguari, mas encontrou dificuldades nas portas que bateu, pois todas eram direcionadas ao sexo feminino. Fez parte de uma Escola de Samba local e percebeu que deveria voar para outros rincões que lhe oferecessem a oportunidade de se tornar um professor.

Voltou suas vistas para a vizinha Uberlândia, frequentou academias como aluno e logo estava ensinando a arte da dança. Participou de vários concursos em diversas categorias e recebeu diversos troféus que guarda com muita alegria.

Posteriormente foi trabalhar como diretor Artístico em Rio Quente – GO. Ficou por lá por uns dez anos. Fez trabalhos no Nordeste onde foi bem aceito.

Finalmente resolveu voltar para Araguari e montou o Estúdio de Dança Cacá Reis que está situado na rua Marciano Santos, 395. Fones: 99197-2458 e 98804-1157.

Em minha juventude fui um pé de valsa, dançar é bom demais, hoje a coluna não ajuda. Tem um ditado que diz que “Quem canta seus males espanta” e posso dizer parafraseando o Artur da Távola que “Quem dança não padece de solidão, é uma terapia.”

Um super abraço ao CACÁ, que trabalha e não atrapalha e leva a alegria aumentando a autoestima das pessoas. Que Deus o abençoe e ilumine seu caminho.

CASOS E HISTÓRIAS PITORESCAS DE ARAGUARI

O Zé é um brincalhão por natureza. Um dia destes, ele, eu e um amigo querido — que tem baixa estatura física, mas é um gigante como ser humano conversávamos sobre futebol.

Aí “o baixinho” entusiasmado falou em alto e bom som:

– “Joguei no Grêmio de Porto Alegre como Goleiro!” A conversa parou, foi como se o tempo congelasse, o Zé olhou pra ele com a cara lerda e propôs:

-“Só se foi como goleiro de Totó.”

Eu não conseguia parar de rir. O amigão com cara de magoado olhou pra nós dois e comentou:

-“Tava indo tão bem!”

Despediu-se e foi saindo, mas não sem olhar pra trás e dar uma bela gargalhada.

Quem não tem dinheiro…

MÁRIO F.S. JÚNIOR

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: