Segunda-feira, 20 de Maio de 2024 Fazer o Login

Câncer do colo de útero tem prevenção a partir de março

qui, 23 de janeiro de 2014 00:30

GABRIELA GOMES – “Cada menina é de um jeito, mas todas precisam de proteção”, esse é o tema no qual o Ministério da Saúde pretende alertar a população sobre a grande importância da prevenção contra o câncer do colo de útero. No mundo, 290 milhões de mulheres são portadoras da doença, porém, estimativas apontam que 270 mil morrem.

Com o público-alvo formado por 5,2 milhões de meninas, a meta é vacinar 80% a partir do dia 10 de março desse ano. A vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) usada na prevenção do câncer de colo do útero, passa a ser ofertada no Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesse primeiro ano, a campanha irá vacinar apenas as garotas de 11 a 13 anos com três doses, sendo que a segunda, seis meses depois, e a terceira, cinco anos após a primeira dose. Pois, essa é a faixa-etária em que a vacina tem a melhor resposta, gerando mais anticorpos para proteger contra a doença.

Em 2015 a vacinação passa a ser oferecida para adolescentes de 9 a 11 anos e em 2016, às meninas de nove anos. Sendo assim, para esse primeiro ano, o Ministério da Saúde adquiriu 15 milhões de doses.

Apresentada ontem, 22, a estratégia para a vacina engloba campanhas nas unidades da rede pública do país, nas escolas, cartazes, spot de rádio, filme para TV, anúncio em revista, outdoors e internet, especialmente nas redes sociais. Essa experiência será realizada devido aos resultados positivos da combinação entre a vacinação e o ambiente escolar.

Com a Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP) com o Butantan e o Merck será investido R$ 1,1 bilhão na compra de 41 milhões de doses da vacina durante cinco anos. Sendo assim, possibilitou uma economia estimada de R$ 83,5 milhões na compra desse produto para 2014.

Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo a coordenadora de epidemiologia de Araguari, Maria Lúcia Hirono, disse que em fevereiro haverá uma reunião para obter mais informações técnicas sobre a vacina.

“A vacinação estará disponível a partir de março, porém ainda não se sabe a data certa. Sendo assim, as primeiras doses serão realizadas nas escolas para podermos começar a campanha de prevenção contra o câncer de colo de útero”, finaliza Lúcia Hirono.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: