Sábado, 24 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Camila “Paredão” será recambiada para o Presídio de Araguari

sáb, 12 de julho de 2014 02:11
Camila foi presa na noite de anteontem pela Polícia Civil, em Ituiutaba. Foto: Divulgação

Camila foi presa na noite de anteontem pela Polícia Civil, em Ituiutaba. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – A qualquer momento Camila Cristina Mendes (20 anos) será recambiada para a unidade prisional do município. Ela foi capturada nesta quinta-feira, 10, pela Polícia Civil na cidade de Ituiutaba, Pontal do Triângulo, em cumprimento de mandado de prisão temporária expedido pela Justiça de Araguari.

Também conhecida como Camila “Paredão”, a jovem foi indiciada por homicídio duplamente qualificado e homicídio tentado qualificado, por esfaquear duas pessoas no dia 25 de maio deste ano, durante evento de som automotivo em um clube campestre, no bairro Palmeiras do Império. Priscila Campos (29 anos), que teria uma rixa com a investigada, não resistiu aos ferimentos. Sua amiga, Dayana Gabriela dos Santos Rodrigues (30), se lesionou sem maior gravidade.

Policiais civis que capturaram Camila Policiais civis que capturaram Camila em Ituiutaba.  Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Policiais civis que capturaram Camila em Ituiutaba.
Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Civil, Camila – foragida desde a época dos fatos, foi capturada na casa de parentes, no bairro Lagoa Azul 1, e estava com as malas prontas para deixar o local. Encaminhada à Delegacia de Polícia daquela comarca, ela teria confessado a autoria dos crimes.

A delegada Daniela Diniz foi a responsável pela prisão. Segundo esclareceu, após receber informações de que havia uma pessoa foragida da Justiça circulando pela cidade, as investigações se intensificaram no referido bairro, culminando com a prisão de Camila “Paredão”, que não reagiu. “Nossos investigadores esperaram o momento certo, logrando êxito em capturar a foragida, que se encontra no Presídio de Ituiutaba à disposição das autoridades de Araguari”.

Daniela Diniz comentou que a indiciada esboçou estar arrependida, porém, se mostrou tranquila até demais para quem cometera um assassinato recente.

O delegado titular do inquérito, Fernando Storti, da 4ª DRPC, disse à Gazeta do Triângulo que Camila prestou depoimento em Ituiutaba, mas não descarta ouvir a jovem novamente, em caso de alguma dúvida.

Ele adiantou que a prisão temporária tem o prazo de 30 dias a partir da captura e que pediu a preventiva, até pela fuga de Camila e a comoção social no município. “Se a investigada quisesse colaborar com a Polícia e com a Justiça, não teria fugido”, observou o delegado.

Conforme ressaltou, diligências eram realizadas em várias cidades da região no sentido de localizar a suspeita, inclusive no Pontal do Triângulo. Camila possui passagem por associação ao tráfico de drogas, tendo sido presa pela Polícia Militar no dia 23 de novembro do ano passado, no bairro Brasília. Em janeiro, conseguiu o relaxamento da prisão.

AUTORIA
Fernando Storti assegurou à reportagem que há provas suficientes para apontar Camila Cristina Mendes como sendo a autora do esfaqueamento que vitimou Priscila e Dayana, em maio deste ano.

Bruna dos Santos Xavier, que teve sua prisão ratificada na madrugada seguinte aos fatos, pelo delegado Felipe Oliveira, também foi indiciada por homicídio duplamente qualificado e homicídio tentado qualificado.

1 Comentário

  1. antonio disse:

    Parabéns a polícia, e ao delegado por buscar essa meliante para que seja feito justiça.

Deixe seu comentário: