Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Câmara e CEMIG se reúnem para tratar sobre instituição de Comissão Legislativa de Inquérito

qui, 18 de janeiro de 2024 08:07

Da Redação

A população araguarina tem sofrido com quedas de energia
Divulgação

Nos últimos dias, a população araguarina tem sofrido com quedas de energia. Sabendo disso, no dia 16, mais de um terço dos vereadores requereram a instituição de Comissão Legislativa de Inquérito (CLI) para, no prazo de 60 dias, prorrogáveis por mais 60, mediante autorização do Plenário, a fim de investigar a Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), referente às recorrentes quedas de energia.

Ressalta-se que, o requerimento para a instauração da CLI foi apresentado pela vereadora Débora Dau (PSC) e contou com o apoio dos seguintes parlamentares: Ana Lúcia Prado, Branquinho, Claytinho Brazão, Dêda Lima, Eunice Mendes, Giulliano Tibá, Nego, PC e Wilian Postigo.

Ontem, 17, os vereadores realizaram uma reunião para discutir sobre a instauração da CLI para investigar a CEMIG. Essa solicitação foi baseada nas consecutivas quedas de energia elétrica que estão ocorrendo no município, causando desconforto e prejuízos à população. No entanto, os representantes da Cemig se anteciparam e resolveram prestar esclarecimentos aos parlamentares presentes no encontro.

“Viemos aqui para tentar resolver essa situação o quanto antes, queremos conhecer quais são as principais reclamações e trazer as respostas. A médio prazo, como prevenção, há a previsão de construção de uma subestação que dobrará a capacidade energética de Araguari até 2025. Hoje, quero levantar quais são as demandas mais urgentes e levar para que as nossas equipes técnicas possam fazer o diagnóstico. Que possamos dar uma resposta rápida e que a instauração de uma CLI não seja necessária. É importante que fique claro que não existe falta de capacidade da rede, o problema da falta de energia está na distribuição, vamos investigar o que causou os apagões”, explicou o coordenador de Atendimento Público da Cemig, Valter Hugo Vieira.

“Após as explicações apresentadas pela equipe da Cemig, resolvi dar um prazo de 15 dias para que eles resolvam a situação, e caso não haja uma solução imediata, darei continuidade para instauração da CLI”, disse a vereadora Débora Dau.

1 Comentário

  1. Roberto disse:

    Essas coisas que instalam e coisa pra inglês ver não resolve nada e engraçado é porque é ano de eleição aí os vereadores querem mostrar que estão fazendo alguma coisa

Deixe seu comentário: