Domingo, 16 de Junho de 2024 Fazer o Login

Caged: Araguari apresenta saldo positivo de 300 empregos formais em julho

sex, 1 de setembro de 2023 09:21

Da Redação

O Brasil apresentou saldo positivo na geração de postos de trabalho com carteira assinada em julho

No dia 30 de agosto, o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apresentou o balanço relativo ao mês de julho deste ano, os dados apontam que a economia em Araguari teve fechamento positivo referente ao mercado de trabalho, pois no município foram criadas 1.499 vagas de emprego e no mesmo período aconteceram cerca de 1.199 desligamentos, o que gerou um saldo positivo de 300 empregos.
O setor de serviços foi o que apresentou o melhor resultado, sendo 683 admissões e 487 desligamentos, o que gerou um saldo de 196 empregos formais.
No setor da agropecuária, houveram 112 admissões e 105 desligamentos, o que gerou um saldo de 7 empregos.
No setor da indústria, aconteceram 236 admissões e 198 desligamentos, o que resultou um saldo de 38 empregos.
Na construção, 154 cidadãos foram admitidos, 102 pessoas foram desligadas, gerando um saldo de 52 empregos formais.
No comércio foram 314 admissões, 307 desligamentos, o que gerou um saldo 7 empregos.
É bom mencionar que, o saldo geral de Araguari foi superior ao de cidades da região, como Uberlândia (298), Patos de Minas (288) e Araxá (204).
Ainda, de acordo com os dados do Caged, o Brasil apresentou saldo positivo na geração de postos de trabalho com carteira assinada em julho, pois foram criadas 1.883.198 vagas de emprego e no mesmo período aconteceram cerca de 1.740.496 desligamentos, o que gerou um saldo de 142.702 empregos.
Apenas no setor de serviços, foram geradas 56.303 vagas. No comércio, foram criados 26.744 postos de trabalho. Conforme o Novo Caged, no acumulado do ano foram gerados 1.166.125 postos de trabalho.
Do total de empregos formais criados no Brasil, 955.250 foram na região Sudeste.
Em Minas Gerais, 212.464 trabalhadores foram contratados em julho de 2023, no mesmo período 200.111 pessoas foram desligadas de suas funções, o que gerou um saldo de 12.353 empregos.
No comparativo com outros estados, Minas Gerais foi o terceiro com a maior quantidade de empregos gerados, atrás somente de São Paulo (+43.331) e Rio de Janeiro (+12.710). Mesmo assim, Minas é o segundo estado com maior estoque de empregos (4.627.460) do país, isto é, com maior quantidade de pessoas com carteira assinada, empregada tanto no setor público quanto no privado. Atrás somente de São Paulo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: