Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Autoridades do município se reúnem para tratar sobre o fim do esquema fura-fila

sex, 15 de dezembro de 2023 08:05

Da Redação

O esquema é uma das respostas para a demora no atendimento de pacientes
Divulgação

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo, reunindo desde o atendimento para avaliação da pressão arterial, através da Atenção Primária, até o transplante de órgãos, assegurando acesso integral, universal e gratuito para toda a população do país. Com a sua criação, o SUS proporcionou o acesso universal ao sistema público de saúde, sem discriminação. A atenção integral à saúde, e não apenas aos cuidados assistenciais, passou a ser um direito de todos os brasileiros, desde a gestação e por toda a vida, com foco na saúde com qualidade de vida, visando a prevenção e a promoção da saúde.

 

A gestão das ações e dos serviços de saúde deve ser solidária e participativa entre os três entes da Federação: a União, os Estados e os municípios. A rede que compõe o SUS é vasta e abrange tanto ações quanto os serviços de saúde. Engloba a atenção primária, média e alta complexidades, os serviços de urgência e emergência, a atenção hospitalar, as ações e serviços das vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental e assistência farmacêutica.

 

Sabendo dos benéficos que o SUS proporciona para os cidadãos, recentemente, foi realizada uma reunião no município, para criar um sistema de informática para gestão da saúde, com o objetivo de evitar o fura-fila. O esquema é uma das respostas para a demora no atendimento de pacientes.

Dentre os presentes, estavam: o prefeito Renato Carvalho (Republicanos); o promotor de Justiça, Dr. André Luis Alves de Melo; o presidente do Hospital Universitário Sagrada Família, José Júlio Lafayette; o delegado de polícia, Dr. Rodrigo Fiorindo; o procurador Geral do Município, Dr Leonardo Borelli e secretários municipais.

“Essa reunião é fruto de um problema, que é o fura-fila; problema esse que foi judicializado pelo Ministério Público e pela Polícia Civil. Buscamos trazer racionalidade, publicidade, eficiência e, acima de tudo, transparência para isso. Foi possibilitada uma reunião com a Philips que é dona de um sistema muito avançado. Essa visita vai propiciar um levantamento de toda essa parte de

softwares da saúde para que possamos verificar uma ferramenta tecnológica no intuito de solucionar, de uma vez por todas, essa situação”., disse o procurador Geral do Município, Dr Leonardo Borelli.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: