Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Araguari já iguala número de assassinatos registrados durante todo o ano passado

ter, 22 de julho de 2014 01:37
O Município ficou por 40 dias sem homicídio
envolvendo pessoas ligadas ao tráfico de drogas
Diego residia no bairro Independência.Foto: Divulgação

Diego residia no bairro Independência.
Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – Dois disparos de arma de fogo pelas costas tiraram a vida de Diego Vinicius de Oliveira Barbosa, o Diego “Joelho”, de 24 anos, por volta das 16h deste domingo, no cruzamento das ruas Um e Estados Unidos, bairro Independência. Agora são 18 casos consumados em sete meses – mesma quantidade de homicídios registrados em 12 meses de 2013.

Testemunhas disseram que dois criminosos em uma motocicleta escura abordaram o jovem em um estabelecimento comercial, onde ocupava uma mesa do lado de fora com duas pessoas. Ao perceber que o garupa se aproximava com um revólver, ele correu e foi alvejado por dois disparos pelas costas. Diego ainda tentou pular o muro para fugir da dupla, caindo em um lote vago.

Após registrar oito mortes violentas no prazo de um mês – recorde nos últimos anos, Araguari ficou por 40 dias sem ocorrência de homicídio com envolvimento de pessoas ligadas ao tráfico de drogas. O último havia vitimado Maycon Pereira da Silva, “Ciganinho”, também de 24 anos, na avenida Miguel Assad Debs, bairro Santa Terezinha.

Crime aconteceu no cruzamento das ruas Um e  Estados Unidos.Foto: Divulgação

Crime aconteceu no cruzamento das ruas Um e Estados Unidos.
Foto: Divulgação

O 17º homicídio do ano ocorreu no dia 21 de junho, na praça Paulo VI, bairro Paraíso, mas a morte do andarilho Ivoney Henrique Oliveira não teria qualquer ligação com o comércio de entorpecentes.

Das 18 vítimas assassinadas em 2014, 11 tinham entre 21 e 29 anos, e quatro entre 17 e 18 anos.

A Polícia Civil iniciou as investigações, acreditando em outro acerto de contas, até pela vida pregressa da vítima, porém, as testemunhas que estavam no bar, amedrontadas, pouco informaram sobre os fatos.

Diego Vinícius – completaria 25 anos no próximo dia 10 – tinha passagens pela polícia, por crimes contra o patrimônio e homicídio. Seu corpo foi sepultado na tarde desta segunda-feira.

CASOS DO ANO

  • 15/2 – Maxsuel Martins de Almeida (25 anos), bairro Vieno
  • 15/2 – Adilson Aparecido da Silva (44 anos), bairro Amorim
  • 15/2 – Mara Rúbia J. V. Rodrigues (17 anos), bairro Vieno
  • 19/2 – Paulo César Cardoso Ribeiro (26 anos), bairro Fátima
  • 25/2 – Eliane Aparecida Godoy (45 anos), bairro N. Horizonte
  • 3/3 – Cleuro Vítor dos Santos (31 anos), bairro Miranda
  • 5/3 – Matheus Henrique (17 anos), bairro Jóquei Clube
  • 19/4 – Diego Danilo E. da Silva (21 anos), bairro N. Horizonte
  • 8/5 – João Daniel da Silva (24 anos), Centro
  • 10/5 – Rochester Martins da Silva (29 anos), bairro Amorim
  • 15/5 – Johnathan Coelho Azevedo (18 anos), bairro Santa Helena
  • 25/5 – Priscila C. Santana (28 anos), rua Ponte Terra, bairro Palmeiras do Império
  • 31/5 – Iago Alexandre Felipe Silva (18 anos), BR-365
  • 1/6 – Douglas Vieira Borges (27 anos), rua Quinca Mariano, Centro
  • 8/6 – Joandher Alves Cassimiro (22 anos), rua Coromandel, bairro Amorim
  • 10/6 – Maycon P. da Silva, “Ciganinho” (24 anos), avenida Miguel Assad Debs, Santa Terezinha.
  • 21/6 – Ivoney Henrique Oliveira (24 anos), praça Papa Paulo VI, bairro Paraíso
  • 20/7 – Diego Vinicius de O. Barbosa, Diego “Joelho” (24 anos, rua Estados Unidos, Independência

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: