Terça-feira, 28 de Novembro de 2023 Fazer o Login

Aquele jovem amarrado no poste, “coitadismo” e Buñuel

qua, 19 de fevereiro de 2014 00:00

Abertura meio desligado

jovem amarradoSabe quando uma situação da vida real remete você imediatamente a experiências do cinema, ou mesmo da literatura? O caso do adolescente preso ao poste com uma corrente de bicicleta, nu, ato de “justiceiros” cansados dos roubos que ele praticava na região, é um exemplo. O que isso tem a ver com Viridiana (1961), do espanhol Luis Buñuel?

Grupos ligados à esquerda saíram imediatamente em defesa do jovem, levantaram a bandeira dos direitos humanos e até mesmo suscitando que a violência era fruto de racismo e colocando o sujeito em posição de vítima devido à sua condição social. Grupos ligados à direita viram aquilo como um meio exemplar de populares a fazer justiça com as próprias mãos. Sendo ele um bandido, perderia o direito de receber um tratamento digno.

md viridiana coitadismoViridiana é uma jovem que desiste de ir para o convento acreditando ter sido abusada pelo tio. Na ânsia de expiar sua “culpa” através da caridade, reúne os pobres da vila e os leva para morar em sua casa. A propósito, o resultado é desastroso. Buñuel desmistificou o “coitadismo”, aquela idéia de que a pobreza justifica qualquer escolha do indivíduo, até mesmo se for criminosa. Se engana quem acha que o diretor também não debochou, e como, da moral burguesa, apontando o vazio de suas relações e instituições.

E no meio desse fogo cruzado podemos entender que ninguém, claro, deve amarrar as pessoas em postes. O jovem escolheu optar pelo crime. A certeza de que não seria punido ou sua condição social pode ter influenciado, mas não determinado. Enquanto isso, a discussão da reforma penal, que não teria hora mais apropriada para vir à tona, passou em branco.
.

Vale tudo pela arte (?)

Nos sets de filmagem de ‘Noé’, novo trabalho de Darren Aronofsky, garrafas plásticas foram retiradas a pedido dele como forma de encorajar a sustentabilidade. Emma Watson, que interpreta a filha do protagonista (Russel Croww), teve que beber uma caneca com água antiga depois de uma cena pela manhã e por isso ela teria ficado doente ao longo das filmagens. Mas o diretor, conhecido por seus métodos pouco ortodoxos, teria dito a ela que usasse sua doença em cena. Em “Cisne Negro”, Natalie Portman revelou que Aronofsky lhe impôs uma dieta de cenouras e amêndoas por três semanas. O filme sobre a história bíblica do homem que construiu uma arca para salvar os animais e sua família do dilúvio estréia dia 3 de abril no país.
.

ABBA era brega para fugir dos impostos

md abba
Um livro recém-lançado sobre o grupo revelou o que motivaria a escolha de figurinos tão espalhafatosos. Uma lei sueca dava permissão para roupas serem deduzidas dos impostos pagos, desde que não fossem usadas no dia-a-dia. “Ninguém pode ser mal vestido no palco como nós éramos,” disse Björn Ulvaeus em uma das passagens de “ABBA: The Official Photo Book”. A banda formada por Anni-Frid Lyngstad, Benny Andersson, Agnetha Fältskog e Björn Ulvaeus teve início em 1972 e acabou 10 anos depois. Nem mesmo ofertas milionárias conseguiram trazer o ABBA de volta aos palcos.
.

QOTSA pode vir ao Brasil em 2014

md queens
Ainda na há confirmação de local, nem data, mas um comentário no perfil oficial do Queens Of The Stone Age no Twitter deixou os fãs brasileiros empolgados. Um deles perguntou se o grupo tocaria no país esse ano. “Com certeza”, foi a resposta.  Josh Homme, líder da banda, foi uma das principais atrações do Lollapalooza Brasil. O stoner rock, estilo dos caras, anda em alta na região.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: