Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Apoio da secretaria de Trabalho e Ação Social fortalece ações da Defesa Civil em Araguari

sex, 10 de janeiro de 2014 01:54
Apresentação do trabalho de campo, realizado em 15 dias pela equipe de cadastro 1 da secretaria de Trabalho e Ação Social. Foto: Gazeta do Triângulo

Apresentação do trabalho de campo, realizado em 15 dias pela equipe de cadastro 1 da secretaria de Trabalho e Ação Social. Foto: Gazeta do Triângulo

MEL SOARES – Com o objetivo de se preparar visando possíveis alagamentos que possam provocar calamidades públicas, a equipe da secretaria de Trabalho e Ação Social, por meio da iniciativa da titular da pasta Mirna Mares Valente realizou nos últimos meses de 2013 um trabalho de campo nos bairros que apresentam riscos de alagamentos. Dentre eles, estão o São Sebastião, Vieno, Novo Horizonte, Independência e também no Centro, em diversas ruas de acesso a avenida Coronel Theodolino Pereira de Araújo.

O coordenador da Defesa Civil Wanderley Barroso e a diretora do setor técnico Nádia Cristina Sudário agradeceram a secretária pelo apoio e ressaltaram sobre os recursos, que podem ser utilizados através de um cartão da Defesa Civil.  “Quando houver necessidade, o governo municipal avisa ao governo federal sobre a emergência e a verba é liberada para gastos como, abrigo e alimentação”, explicou Barroso.

De acordo com informações, Araguari é a única cidade do Triângulo Mineiro que possui CNPJ e estruturas fundamentais para enfrentar alagamentos que podem prejudicar cerca de 150 famílias, que vivem em situações de risco ou em potencial, conforme relatório apresentado pela secretaria de Trabalho e Ação Social. “Estamos cadastrados a nível federal, estadual e municipal. Isto significa dizer que possuímos infraestrutura para o enfrentamento de calamidades públicas”, afirmou.

Além disso, com o apoio do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, a Defesa Civil está em andamento com o plano de contingência que será apresentado ao Ministério Público para a implantação de alarmes, a serem acionados nos alagamentos.

Os próximos passos que contam com o apoio da secretaria de Trabalho e Ação Social referem-se a Conferências Municipais de Defesa Civil, que objetivam alertar a comunidade e ainda a construção de abrigos, que ficarão a disposição das vítimas.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: