Sábado, 24 de Fevereiro de 2024 Fazer o Login

Alemães terminam com sonho brasileiro na Copa do Mundo

qui, 10 de julho de 2014 15:26
Seleção brasileira é eliminada com a maior goleada em 100 anos de história. Foto: Divulgação

Seleção brasileira é eliminada com a maior goleada em 100 anos de história. Foto: Divulgação

P.J. GODOY – A missão era difícil. Depois de perder o principal jogador da equipe e o líder da defesa, a seleção brasileira precisava transformar os fiapos de esperança em uma vaga na decisão. Tudo reservava um duelo histórico frente aos alemães, que participavam de sua quarta semifinal consecutiva. Bastou o árbitro mexicano soar o apito inicial, que o enredo de uma tragédia povoou pelos gramados do estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

Parecia um assassinato daquela seleção que por 100 anos encantou os amantes de futebol pelo mundo. Para cada título que conquistou, o time centenário sofreu cinco gols em menos de 30 minutos. O sonho do hexacampeonato era sepultado com requintes de crueldade.

Do outro lado do circulo central, o que se via era um esquadrão preparado, formado por personagens que sabiam perfeitamente o que deles se esperavam. Remanescentes da Copa de 2006, na Alemanha, jogadores como Bastian Schweinsteiger e Philip Lahm se misturavam ao talento de outros nomes que ganharam a confiança dos torcedores.

Confiança, que se perdeu a cada vez que a bola caía sob os pés dos brasileiros. O “Maracanazzo” de 64 anos atrás ganhava novos vilões, sem espaço para heróis. De fato, os jogadores acabaram como vítima de um sistema que se tornaram reféns.

Brasil é a primeiro país anfitrião a não disputar uma partida no principal estádio do mundial. Foto: Divulgação

Brasil é a primeiro país anfitrião a não disputar uma partida no principal estádio do mundial. Foto: Divulgação

Luiz Felipe Scolari, com a missão de encontrar um substituto para Neymar, apostou em Bernard, abdicando de povoar o meio de campo, principal deficiência em toda a campanha do mundial. Nem os 5 a 0 do primeiro tempo fizeram o treinador mudar a equipe.

Em 90 minutos, os torcedores testemunharam a maior goleada sofrida pelo Brasil em 100 anos de história. O atacante Miroslav Klose ainda se deu ao direito de quebrar o recorde de Ronaldo como maior artilheiro da história das Copas, com 15 gols.

A seleção se despede da competição com três vitórias, dois empates e uma derrota, a maior de todos os tempos. Como reverência à camisa que viram se tornar exemplo do mais popular dos esportes, os alemães respeitaram a seleção brasileira, que ainda vive da memória ofuscada de cinco títulos mundiais.
.

AS FRASES DA SELEÇÃO DURANTE A COPA

“A CBF é um exemplo para o Brasil. É o Brasil que deu certo, que dá Certo”.
Carlos Alberto Parreira.

“É só olhar o time que nós temos. Temos a zaga mais cara do mundo. Temos jogadores experientes, com qualidade, respeitados no futebol internacional, jogando em casa. Somos favoritos, sim”.
Carlos Alberto Parreira.

“Gostou, gostou. Se não gostou, vai para o inferno”.
Luiz Felipe Scolari.

“Eu fiz aquilo que eu acho que é o mais correto e o melhor”.
Luiz Felipe Scolari.

onibus

Ônibus da seleção levava frase otimista do sonho do hexa. Foto: Divulgação

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: