Sábado, 15 de Junho de 2024 Fazer o Login

Adolescentes recebem vacina contra HPV

qui, 13 de março de 2014 15:24

DA REDAÇÃO – A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria de Saúde, deu início nessa semana à vacinação contra o HPV no município. Alunas da Escola Municipal Afrânio Rodrigues da Cunha, no bairro Jardim Brasília, onde aconteceu a abertura oficial da ação, foram as primeiras a receberem a dose. Antes do início da vacinação, as adolescentes na faixa etária de 11 a 13 anos tiveram um contato com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde e a direção da escola.

Desde a semana passada o assunto em todas as escolas foi a vacinação contra o vírus papiloma humano (HPV). Professores propuseram aos alunos uma profunda discussão sobre o tema. Laís Fonseca de Albuquerque, de 13 anos, foi além e propôs uma conversa em família. “Minha mãe conversou comigo, disse que era bacana a gente participar sim e que era para eu tomar a vacina. Ela ainda afirmou que toda prevenção é positiva. Foi muito boa a conversa”, disse.

 Mais de 13 mil meninas, com idade entre 11 e 13 anos, serão vacinadas em Uberlândia. Foto: Araípedez Luz P10/SECOM/PMU

Mais de 13 mil meninas, com idade entre 11 e 13 anos, serão vacinadas em Uberlândia. Foto: Araípedez Luz P10/SECOM/PMU

A primeira a receber a vacina foi Mainá de Araújo Pinheiro Silva, 12 anos. “Foi tranquilo. Doeu só um pouquinho, mas o mais importante é que sei o quanto esta vacina significa para a gente. Saúde e qualidade de vida é tudo”, contou. A colega dela Nayany Santos Martins, 12 anos, também foi determinada. “A gente conversou muito na escola com os professores, em casa, e [a vacina] é o princípio de uma vida saudável. Vacinar é prevenir, por isso não vou deixar passar nenhuma data. Trouxe meu cartão e quero manter tudo em dia”, completou.

Em Uberlândia, 13.739 meninas na faixa de 11 a 13 anos terão acesso à vacina. O trabalho de conscientização com as jovens e familiares já está sendo feito em toda a rede municipal, estadual e privada. A meta mínima é atingir 80% deste grupo, o que equivale a 10.991 adolescentes. De acordo com o secretário de Saúde, Almir Fontes, todas as escolas da rede, onde existem alunas na faixa etária de 11 a 13 anos, receberão a equipe da secretaria para a aplicação da vacina, e após a cobertura e conscientização de todas, as doses ficarão à disposição nas unidades de saúde para futuras adolescentes. “O importante é realizarmos esta vacinação com a consciência plena das adolescentes e seus familiares da importância de se prevenir contra o HPV. A partir de agora esse processo fará parte do calendário de imunização do Governo Federal”, reforçou o secretário.

A vacina deve ser aplicada com a autorização dos pais ou responsáveis e tem eficácia comprovada para mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e que, portanto, ainda não tiveram contato com o vírus. Quem fizer o esquema vacinal completo está protegido contra quatro tipos de HPV, dois deles respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero. A Secretaria de Saúde alerta que a proteção contra a infecção do HPV se complementa com o uso de preservativo nas relações sexuais e a realização de exames ginecológicos periódicos.

Esquema de vacinação

A vacina é injetável e será ministrada em três doses. A segunda dose será aplicada seis meses após a primeira e a terceira, cinco anos após a aplicação da primeira dose. Por isso é importante ter a carteira de vacinação em mãos e em dia.

Segundo o Ministério da Saúde, a partir de 2015 a vacina será oferecida a meninas de 9 a 11 anos, e em 2016, apenas para meninas de 9 anos. A vacina previne 98,8% de casos de câncer de colo de útero.

Ao todo, há mais de cem tipos de HPV, vírus transmitido principalmente por meio de relação sexual, pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas. A vacina estará constantemente disponível nos postos de saúde, pois está no calendário do Ministério da Saúde. Na rede privada de saúde, a vacina contra HPV custa cerca de R$ 1 mil. No País, a meta é imunizar 80% do público-alvo, formado por 5,2 milhões de meninas.

 HPV

O HPV é um vírus sexualmente transmissível capaz de infectar pele ou mucosa. A infecção é uma das principais responsáveis pelo câncer de colo de útero, que é uma doença grave e pode ser uma ameaça à vida. No Brasil, é a segunda principal causa de morte por câncer entre mulheres.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: