Terça-feira, 16 de Abril de 2024 Fazer o Login

Acidente com motociclistas termina em tragédia na saída para Caldas Novas

sex, 21 de fevereiro de 2014 00:01
Adaires de Souza Santos era carpinteiro e tinha 31 anos. Foto: Divulgação

Adaires de Souza Santos era carpinteiro e tinha 31 anos. Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO – O trânsito de Araguari contabiliza sua quarta morte somente no atual mês, batendo um recorde negativo. Anteontem, à noite, Adaires de Souza Santos, de 31 anos, carpinteiro, faleceu em um acidente na rua Pernambuco, a poucos metros do viaduto que divide a via com a MG-223, no acesso para os bairros Goiás Parte Alta, São Sebastião e Sewa.

De acordo com a versão apresentada aos policiais, a vítima, que residia no bairro Goiás, trafegava em uma motocicleta sentido São Sebastião/Goiás, atingindo uma Honda/CG 150 Titan Mix, cor azul, conduzida pelo mototaxista Jovanir Antônio da Silva, de 47 anos.

Ele afirmou que seguia rumo ao bairro São Sebastião, quando foi solicitada uma corrida por uma passageira. Depois que a mesma embarcou, o trabalhador fazia o retorno na pista, sendo surpreendido pela outra moto. Jovanir e a mulher não se feriram.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Adair Santos sofreu traumatismo craniano encefálico grave e chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O perito da Polícia Civil de Araguari esteve no local, mas não encontrou a motocicleta da vítima, provavelmente retirada por terceiros. Assim, os trabalhos restaram prejudicados.

Também em fevereiro, faleceram no trânsito local: Raphael Arruda Furtado (20 anos), Maria Alice Francisca do Prado (79) e Antônio de Lima Araújo (21 anos). Em apenas uma ocorrência não houve envolvimento de motociclistas.

TRECHO PERIGOSO

Rua Pernambuco tem alto índice de acidentes. Foto: Arquivo

Rua Pernambuco tem alto índice de acidentes. Foto: Arquivo

A rua Pernambuco é continuação da avenida Senador Melo Viana. Possui cerca de dois quilômetros de pista e tem um grande fluxo de veículos durante o dia e à noite. Além de servir como acesso para bairros mais afastados do perímetro urbano, é utilizada por turistas que seguem para Caldas Novas.

O local foi palco de outros acidentes, alguns deles fatais. Muitos condutores de veículos abusam de velocidade naquele setor, mesmo com pequenos redutores instalados há anos. À noite, o perigo é ainda maior por conta de animais bovinos que circulam livremente pela via.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: