Sábado, 15 de Junho de 2024 Fazer o Login

Ação conjunta orienta e fiscaliza motoristas nas ruas de Araguari

qui, 28 de novembro de 2013 04:20
Parceria entre Settrans e Polícia Militar resulta em diversas fiscalizações, que devem ser intensificadas no próximo mês.  Foto: Divulgação

Parceria entre Settrans e Polícia Militar resulta em diversas fiscalizações, que devem ser intensificadas no próximo mês.
Foto: Divulgação

P. J. GODOY – Em 31 anos, quase um milhão de pessoas perderam a vida em ruas e rodovias do Brasil. Enquanto a situação toma proporções alarmantes no cenário nacional, uma ação conjunta entre a secretaria de Trânsito e Transportes de Araguari e o 53º Batalhão de Polícia Militar resulta em diversas fiscalizações em diferentes pontos do município.

De acordo com o Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (Cebela), a perduração da violência no tráfego é impulsionada, sobretudo, pela falta de conscientização dos condutores. Desde 1980 até 2011, 980.838 pessoas morreram em acidentes no trânsito. Em Araguari, as fiscalizações implicam em orientar os motoristas e verificar a documentação referente ao licenciamento de 2013.

Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, a coordenadora do Departamento de Educação para o Trânsito da Secretaria, Jaqueline Mendes, enalteceu a necessidade do comprometimento dos condutores.

“Estamos fazendo um trabalho educativo, procurando orientar todos os motoristas. Nosso objetivo primordial é que os condutores tenham a consciência da importância do comportamento correto, uma vez que identificamos diversas irregularidades nas ruas do município. Temos muito a melhorar e iremos intensificar as ações durante o próximo mês”, declarou.

Segundo o cabo Soneir Mendes Dutra, do 53º BPM, a população deve estar alerta ao preenchimento do Cadastramento de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), uma vez que as punições podem se tornar irreversíveis.

“A Polícia Militar fiscaliza o CRLV em exercício. É importante lembrar que as pessoas podem recorrer às penalidades, pois é um direito prescrito na Constituição Federal, porém para receber a documentação em dia é necessário regularizar os débitos. O recurso não tem efeito suspensivo”, declarou cabo Mendes, que reiterou acerca de outras iniciativas da PM a fim de conscientizar os motoristas.

“Todos devem portar exercício de 2013 no momento da abordagem. Vale lembrar que o papel da Polícia Militar não se restringe à fiscalização repreensiva, sendo que realizamos diversos cursos e palestras de caráter educativo. As ações são realizadas com frequência, inclusive aos domingos caso necessário. Os interessados, basta procurar o 53º BPM”, completou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: