Sexta-feira, 17 de Maio de 2024 Fazer o Login

Radar – Aroeira

ter, 4 de fevereiro de 2014 00:00

Abertura Radar
charge04
AROEIRA
Recentemente o prefeito Raul Belém (PP) adiantou à coluna que irá reunir-se com os pré-candidatos a deputado estadual ligados à sua base, para tentar um consenso a fim de lançar apenas um nome passando a ter chance real de eleição. Com base nas falas dos pretensos candidatos, esse entendimento não deve ser muito fácil.

CARTA MARCADA
Infelizmente, a cidade caminha para ficar mais quatro anos sem seu representante seja na esfera federal ou estadual, uma vez que interesses próprios continuam acima da cidade. Seria simples o pré-candidato avaliar suas condições e recuar para não atrapalhar Araguari, mas alguns chegam a colocar seu nome na disputa para ter folga no emprego durante três meses; outros, não têm dinheiro e muito menos voto, pois foram testados em outras oportunidades pelo eleitor; existem ainda aqueles que desejam negociar algo de seu interesse e não pela cidade. É preciso lutar contra a enxurrada de votos dados a outros candidatos da região, mas o inchaço em relação ao número de postulantes traz desânimo ao eleitor araguarino.

EMPOLGADO
Quem anda se movimentando é o PT local, que vem se reunindo e além de um candidato a federal para disputa deste ano, também tem foco em 2016, e pelo visto quer “falar grosso” na disputa pela prefeitura.

ESPERADO
Dois vereadores, que em 2012 votaram a favor do aumento de onze para dezessete no Legislativo local, confessaram que hoje, se arrependem amargamente, e os motivos são os comentados pela coluna na ocasião, antes da aprovação. Trocando em miúdos, a estrutura pesou e não está nada fácil administrar a Casa e muito menos dar condição suficiente de trabalho. Para alguns, 13 ou 15 estaria de bom tamanho.

SEM MUDANÇAS
Mesmo com necessidades, dificilmente o número de vereadores pode ser reduzido para as próximas eleições, mesmo por que, apesar dos pesares, quanto mais cadeiras, maiores são as chances. Porém é preciso saber os limites de uma eleição para não gerar transtornos.

NÃO
Convocado para estar na tribuna da Câmara Municipal e prestar esclarecimentos sobre sua passagem no governo Raul Belém, Ugunei Carrijo, que é primeiro suplente de vereador do PDT, comunicou através de ofício que neste momento não poderá atender ao chamado feito pela vereadora Eunice Mendes (PMDB).

LASCOU
leonardoA Polícia Federal prendeu o cantor sertanejo Leonardo, em Brasília. O artista foi surpreendido por agentes no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek com 22 cartuchos de munição calibre 22. O material não é de uso proibido, mas o cantor, segundo a PF, não tem autorização para transportá-lo. Leonardo ficou detido na PF na última sexta-feira, 31, mas foi liberado após pagar fiança de cerca de R$ 10 mil. A defesa do cantor garantiu que se trata de um mal entendido. O advogado Cleber Lopes disse que Leonardo estava na semana passada na fazenda de um amigo, no interior de Goiás. O dono da propriedade, segundo o defensor, tem registro de arma e de munição. “Então, alguém arrumou a mala do Leonardo e, por equívoco, colocou a munição dentro dela. Ele não anda armado, não usa arma, e não tem histórico de violência”, defendeu Lopes.

MAL DO SÉCULO
Um estudo publicado nesta segunda-feira alerta que os casos de câncer aumentarão 50% até 2030, quando serão diagnosticados em todo o mundo quase 22 milhões de casos de câncer em comparação com os 14 milhões em 2012, devido a um forte aumento da doença nos países em desenvolvimento. Ao mesmo tempo, as mortes por câncer passarão de 8,2 milhões a 13 milhões por ano. Essas tendências são acompanhadas pelo aumento e o envelhecimento da população e pela adoção de hábitos de risco, como fumar, indica o informe da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

E-MAIL
Adriano Souza, admiro muito sua respeitável coluna e venho por meio deste mostrar minha grande insatisfação perante as condições daquele enorme terreno situado em frente a praça da “Igreja Matriz”. Lá se tornou um terrível local de usuários de drogas, bem como ponto de acúmulo de lixo, matagal e animais peçonhentos. Quando o governo público municipal irá solucionar este gravíssimo problema? Esse é meu questionamento…
Grande abraço,
Atenciosamente,
Rafael Kesler
========================

“Essa é uma preocupação, pois 96% dos focos da dengue estão nas residências!”
Vereador José Donizete Luciano – Tenente Luciano (PP), após pedir fiscalização em imóveis fechados de responsabilidade de imobiliárias.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: