Sábado, 31 de Outubro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Upa informa superlotação de pacientes

qui, 15 de outubro de 2020 13:26

Da Redação 

Na última terça-feira, 13, a assessoria de imprensa da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguari, informou ter atingido a capacidade máxima nos últimos dias. Conforme informado há certa dificuldade na transferência dos pacientes internados, além de ter ocorrido um aumento considerável nas reclamações de cidadãos que têm buscado pelo atendimento na unidade, o que requer um tempo maior para a estabilidade e alta ou definição da internação. Tal cenário gerou uma sobrecarga à equipe assistencial, o que tem comprometido o tempo de atendimento, podendo resultar em uma demora.

Conforme o balanço desta quarta-feira, unidade está com um total de 25 pacientes

Conforme o balanço desta quarta-feira, unidade está com um total de 25 pacientes

Ao analisar o balanço diário de ocupação da UPA divulgado pela Missão Sal da Terra, é possível perceber que, até a manhã desta quarta-feira, 14, o posto de atendimento contava com seis pacientes em observação por síndrome gripal; quatro pacientes em observação na sala de emergência e 15 pacientes portadores de comorbidades diversas, totalizando em 25 pacientes.

“A UPA é referência para estabilização e encaminhamento de pacientes de urgência e emergência, mantendo o cuidado com qualidade mesmo após as 24 horas de estadia. Para isso, conta com o suporte dos órgãos de referência para agilizar a transferência e manter o funcionamento da unidade”, destacou a assessoria da UPA.

Visando obter um parecer do município sobre a situação apresentada, a Secretaria de Saúde publicou na tarde desta quarta-feira, 14, uma nota de esclarecimento, alegando que, a superlotação da UPA se deve à falta de leitos da regulação do SUS [Sistema Único de Saúde] Fácil, que, por sua vez, depende da disponibilidade de leitos da Santa Casa de Misericórdia de Araguari, Hospital de Clínicas de Uberlândia e das cidades de Patrocínio e Monte Carmelo. Estes, se encontram com a maior parte dos leitos ocupados em atendimento às demandas da Covid-19.

Em complemento, a prefeitura através da pasta competente ainda informou que, todos os repasses de responsabilidade do município estão regularizados, além de não haver nenhum contrato ou convênio pendentes no momento. A Secretaria ainda tem concentrado os esforços para solucionar todas as pendências, especialmente no que se refere ao SUS Fácil.

“Lembramos que apesar de estarmos em um período crítico de pandemia, a UPA recebe diariamente pacientes com diversas comorbidades. Desta forma, orientamos a população que procurem as unidades de saúde de seus bairros, e só se dirijam a UPA em caso de extrema urgência. A prefeitura ainda ressalta que o problema da saúde pública acontece em todo o país e não só no município de Araguari”, destacou em nota.

1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    A roubalheira no Brasil é tanta que pouco se investi na saúde. Os políticos ricos quando precisam vão para hospitais particulares. A única coisa que a população mais pobre tem que fazer é procurar preservar a saúde deixando os hábitos nocivos longe de suas vidas porque o SUS Fácil, não é nada fácil e a saúde particular é bem cara.

Deixe seu comentário: