Sábado, 16 de Janeiro de 2021
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Recursos foram destinados para entidades em Araguari através de emendas impositivas

qua, 25 de novembro de 2020 20:47

Nesta terça, 24, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores em Araguari, os legisladores do município destinaram recursos para diversas entidades na cidade e para a saúde. Cada vereador direcionou mais de R$130 mil reais para a área da saúde de sua escolha. Um vereador reeleito destinou o valor para as chamadas cirurgias “bariátricas”, usadas, principalmente, para redução de peso. Outro, que não obteve êxito nas eleições municipais de 2020, destinou o valor para as cirurgias de cataratas.

Sessão legislativa tem foco em emendas impositivas

Sessão legislativa tem foco em emendas impositivas

 

A sessão iniciou-se por volta das 8h, como de costume, e estava relativamente vazia, com poucos parlamentares presentes. Cerca de uma hora e meia depois, vários parlamentares já haviam chegado à reunião, mas alguns realmente não apareceram por lá.

Como a maior parte do tempo foi dedicada ao direcionamento das verbas das emendas impositivas, várias entidades em Araguari foram contempladas: Associações de moradores de bairros, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Abrigo Cristo Rei, Associação Beneficente Rainha da Paz Mãos à Obra, Associação Casa de Davi, Associação Casa de Francisco, Casa do Caminho, Beneficência Evangélica, dentre outras entidades no município.

A destinação de emendas impositivas que é feita pelos vereadores, deve ser liberada pelo prefeito. Entretanto, o Poder Executivo possui a opção de vetar.

Ainda, os requerimentos costumeiros não foram apresentados oficialmente durante a sessão. Porém, alguns pedidos “informais” foram feitos na tribuna da casa, por exemplo, um que se tratava da iluminação pública e cobrava do secretário responsável uma atitude.

Foram votadas as emendas 01 e 02, a primeira, de autoria do vereador Tiãozinho (PSL), a segunda, do vereador Paulo do Vale (PV). As emendas eram em relação à Lei Complementar 013/2020, que estabelece critérios para regularização dos “chacreamentos”, destinados à formação de sítios de recreios clandestinos e irregulares nas zonas de urbanização específica, dando outras providências. Acrescenta o artigo 42 ao parágrafo único do projeto de lei complementar. O que consta, veio da emenda do vereador Paulo do Vale. A emenda do vereador Tiãozinho possui 21 artigos, segundo o que foi discorrido na sessão.

A pauta da sessão foi destinada à votação do projeto de lei complementar 013/2020, que foi aprovado por 14 votos, ao uso da tribuna, às destinações das emendas impositivas e das emendas 01 e 02 que foram aprovadas por 15 votos.

2 Comentários

  1. Anônimo disse:

    Mas eu não estou entendendo o seguinte: Essa doação para as entidades quem tem que pagar é a prefeitura? Eu estava pensando que esse dinheiro iria sair da câmara municipal ou dos próprios vereadores. O dia desses vereadores é muito caro, tem que ficar de olho em quem faltar e cortar os dias, depois vem com atestados mentirosos. Tem gente que acha porque perdeu, fica com pirraça e não aparece mais.

  2. Anônimo disse:

    Tem que descontar desse povo que não foi eleito, porque depois fica dificil.

Deixe seu comentário: