Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Polícia investiga novas mortes em Araguari e índice de homicídios ainda apresenta redução de 40%

qui, 10 de setembro de 2020 10:19

Da Redação

Em 2020, número de homicídios é menor do que os últimos três anos

Em 2020, número de homicídios é menor do que os últimos três anos

Os homicídios 10 e 11 em 2020 no município foram registrados no fim da noite de quinta-feira, 3, e começo da manhã de sexta-feira, 4, vitimando dois homens, um de 47 anos e outro, de 55. Os casos são investigados pela delegacia especializada da 4ª DRPC, através do delegado Felipe Oliveira Monteiro.

Considerando o período entre janeiro e agosto, Araguari apresentou redução superior a 50% nos homicídios consumados, em relação a 2018 e 2019. Mesmo com as duas mortes na semana passada, os índices continuam baixos em comparação aos últimos anos. Em 2019 foram 19 homicídios em 12 meses no município. Ocorreram 23 casos em 2018 e 29 em 2017.

Outro fator de destaque é que, dos 11 assassinatos até agora em 2020, oito foram elucidados (motivação e autoria). Nos últimos dois crimes, as investigações caminham para novo êxito, em razão dos indícios que estão colhidos, numa parceria entre as polícias Civil e Militar.

O trabalhador rural José Porcidonio dos Santos, 47 anos, levou vários golpes na cabeça e não resistiu à gravidade dos ferimentos, após uma discussão em um bar. As agressões aconteceram na porta do estabelecimento, no bairro Novo Horizonte. O autor seria colega de serviço da vítima. Até ontem, ela continuava foragido.

César Peixoto Alves, 55 anos, morreu com um tiro na cabeça, depois de uma suposta emboscada, na região da Cachoeirinha. Ele estaria negociando a venda de um gado com o atirador e dois amigos foram com o mesmo, estes, porém, afirmaram que não conhecem o responsável pelo crime.

Outro homicídio prestes a ser elucidado envolve o trabalhador Denilson Ferreira da Silva, 37 anos, morto a facadas, no dia 30 do mês passado, no bairro Vieno. A reportagem apurou que foram três autores. Dois cometeram as agressões, enquanto o outro aguardava em um veículo para dar fuga. Um chegou a se apresentar na Polícia Civil, mas não detalhou os fatos

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: