Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Município continua oferecendo vacina contra sarampo nos postos de saúde

sex, 9 de agosto de 2019 05:51

por Laura Alvarenga

Em 2010 o sarampo era uma doença prestes a ser erradicada a nível mundial. No Brasil, em 2016, foi emitido o certificado de eliminação da circulação do vírus através da Organização Mundial da Saúde (OMS). Contudo, o país perdeu este reconhecimento em 2018, quando passou a registrar casos contínuos da doença.

Hoje, o país enfrenta casos de surtos de sarampo em São Paulo, Rio de Janeiro e Pará. Alguns casos isolados foram identificados em Minas Gerais, Amazonas, Santa Catarina e Roraima. No estado de Minas Gerais, até o momento, foram registrados quatro casos da doença, sendo o primeiro importado e os outros três indiretamente ligados ao primeiro, mas, transmitidos em território nacional. O sarampo é uma doença de distribuição universal com variação sazonal. A proliferação pode acontecer principalmente em climas temperados, no período final do inverno e inicial da primavera. Em climas tropicais a transmissão pode aumentar depois da estação chuvosa.

Interessados podem procurar as UBS’s para receber a dose da vacina e atualizar o cartão de vacinação

Interessados podem procurar as UBS’s para receber a dose da vacina e atualizar o cartão de vacinação

 

O único meio de prevenção do sarampo é através da vacinação dos suscetíveis. A população pode procurar as unidades de saúde mais próximas para receber a vacina. Adultos com até 50 anos de idade precisam atualizar a vacina contra o sarampo, sendo que, menores de 49 anos devem tomar uma dose e menores de 30 anos necessitam tomar duas doses do imunizante.

De acordo com a cobertura vacinal referente ao período de 1997 a fevereiro de 2019, é possível analisar que o Estado apresenta cobertura de 74,14% de pessoas que receberam uma dose da tríplice viral. A faixa de idade com maior cobertura é a de um ano de idade, com 98,31%. Pessoas entre 40 a 49 anos apresentam a menor cobertura, com 39,57%.

A partir desses dados, é possível traçar uma estimativa de 3.923.315 mineiros entre um a 49 anos de idade que ainda não foram imunizados com uma dose contra o sarampo. Em relação à segunda dose, o número é ainda menor, caindo para 41,43%. Jovens de 20 a 29 anos de idade estão entre as pessoas com a menor taxa de imunização, que é de 3,74%. Em todo o estado de Minas Gerais, 5.476.932 pessoas entre um a 29 anos de idade não tomaram nenhuma das duas doses da tríplice viral.

De acordo com a enfermeira técnica responsável pelo departamento de Epidemiologia, Valéria dos Reis Rodrigues, não há registros nem suspeita da doença no município. Sendo assim, por hora, Araguari não realizará campanha, bem como Dia D contra o sarampo, até que casos da doença passem a ser registrados na cidade.

Valéria Rodrigues disse que, mesmo não havendo campanha alusiva a doença, a vacina contra o sarampo está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), da cidade. “Aquele usuário que chegar à unidade e for informado sobre a necessidade em receber a dose da vacina, pode ser imunizado na mesma hora para atualizar o cartão de vacinação”.

Segundo a responsável pelo departamento de Epidemiologia, o município está preparado para a prevenção e acompanhamento da doença. A recomendação é para que a população preste bastante atenção na higiene pessoal e, aquelas pessoas que forem viajar para áreas de risco, devem ser imunizadas com o prazo de 15 dias antes da viagem.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: