Sábado, 16 de Janeiro de 2021
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Jovem de 23 anos é assassinado a tiros no Bairro Bosque e Polícia identifica suspeito

sáb, 28 de novembro de 2020 00:06

Da Redação

Depois de dois anos, um crime de homicídio consumado foi registrado no bairro Bosque em Araguari. No fim da tarde de quinta-feira, 26, Ruan Gabriel Dias foi morto a tiros em uma mata ao final da rua Michel Kalaf. O corpo tinha três perfurações e um profundo corte na cabeça, conforme constatado no trabalho de perícia da Polícia Civil.

A vítima, que completou 23 anos na semana passada, tinha passagens policiais e condenações no Juízo Criminal da Comarca. Um suspeito, de 27 anos, morador no bairro Novo Horizonte, não tinha sido localizado até o fechamento desta edição. Ele também possui passagens policiais e condenações em Araguari. A motivação do homicídio seria relacionada ao tráfico de drogas naquela região da cidade, segundo informações iniciais.

O último assassinato no bairro Bosque havia ocorrido em abril de 2018, quando um homem de 32 anos morreu com um tiro de arma de fogo no abdômen. Ele era usuário de entorpecentes e provavelmente tinha pendências com traficantes.

 

OS FATOS

De acordo com a ocorrência, uma mulher ligou para a PM informando que havia um corpo com sinal de disparo de arma de fogo na região da nunca. Ao adentrar cerca de 200 metros numa mata, a guarnição localizou a vítima caída sem vida, identificada logo em seguida como sendo a pessoa de Ruan Gabriel.

Após levantamentos, a solicitante não foi encontrada, porém, conforme apurado, no começo da tarde da mesma data, a Polícia Militar tinha recebido denúncia de disparos de arma de fogo na referida mata, no entanto, depois de buscas naquele lugar, nada tinha sido localizado.

Durante as diligências, uma testemunha teria relatado à equipe de prevenção de homicídios do 53º Batalhão de Polícia Militar que Ruan traficava no local, porém, há algum tempo, dividia o espaço com o suspeito do homicídio, o qual não estaria satisfeito com as suas vendas, causando um atrito entre ambos.

A testemunha teria contado ainda que o suposto assassino adquiriu um revólver calibre 38 para intimidar Ruan e tomar conta do ponto de tráfico, inclusive se encontrava no bairro na tarde desta quinta-feira.

O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios da 4ª DRPC em Araguari. Trata-se do 13º assassinato de 2020 no município.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: