Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Escolas Municipais recebem contêineres de Coleta Seletiva

qua, 24 de setembro de 2014 13:24
Recipientes próprios para descarte de óleo de cozinha também serão distribuídos
 O contêiner verde será usado para depósito de lixo orgânico (úmido) e o vermelho para lixo reciclável. Foto: SECOM


O contêiner verde será usado para depósito de lixo orgânico (úmido) e o vermelho para lixo reciclável. Foto: SECOM

DA REDAÇÃO – Visando a conscientização da população quanto a destinação correta do lixo, a Prefeitura de Uberlândia, através das secretarias de Educação e de Serviços Urbanos, lançou na segunda-feira (22), na Escola Municipal Gladssen Guerra, o Projeto Coleta Seletiva nas Escolas da Rede Municipal de Ensino. O projeto busca disponibilizar para cada escola dois contêineres, um verde, que vai receber o lixo orgânico (úmido), e um na cor vermelha, para o lixo reciclável.  Nesta primeira fase, todas as escolas do ensino fundamental receberão os contêineres, posteriormente, as unidades de ensino infantil também farão parte do projeto.

Juntamente com o projeto, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) vai oferecer para cada instituição de ensino um coletor de óleo de cozinha. Segundo dados do Dmae, cerca 1.200 bueiros são entupidos por ano devido ao descarte de óleo usado de cozinha nas pias das residências. Isso resulta num gasto de cerca de R$ 600 mil por ano em manutenções realizadas pela autarquia.

Durante o lançamento do projeto, os alunos realizaram apresentações culturais e desenvolveram uma exposição com materiais reciclados. Para a diretora da escola, Iris Marta, o projeto vem de encontro à disciplina de educação ambiental inclusa no currículo. “É na escola que nossos alunos aprendem muitas lições para a vida. Sempre desenvolvemos conscientização com os alunos e com a comunidade em geral. Tenho certeza que todos farão o uso correto dos contêineres”, destacou.

“Estamos plantando uma semente na cabeça destas crianças e jovens, a ideia é que eles sejam multiplicadores desta mensagem. É importante que toda a população adote a coleta seletiva, afinal ela é primordial para a aplicação eficaz do plano de gerenciamento sólido do município. As crianças e adolescentes tem um poder de disseminação de ideias muito grande na comunidade por levarem os novos hábitos para dentro da família e até mesmo na vizinhança”, disse Eduardo Afonso, secretário de Serviços Urbanos.

Coleta na cidade

A coleta Seletiva abrange mais de 40% do município, atendendo 26 bairros e totalizando uma população de mais de 250 mil habitantes, com aproximadamente 95 mil domicílios.  O volume de material coletado por mês é de 159 toneladas. O Programa de Coleta Seletiva disponibiliza três formas de coleta. Através da coleta porta a porta, associações e cooperativas de materiais recicláveis e nos Ecopontos. A coleta porta a porta é realizada por caminhão específico plotado com a logomarca do programa. Todo material recolhido pela Prefeitura de porta em porta é destinado para as associações e cooperativas de materiais recicláveis conveniadas ao programa.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: