Sábado, 23 de Janeiro de 2021
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

ENTREVISTA: GIULLIANO TIBÁ

sáb, 5 de dezembro de 2020 11:10
Giulliano Tibá, vereador eleito em Araguari

Giulliano Tibá, vereador eleito em Araguari

1-                  Antes de mais nada, quem é o Giulliano Tibá enquanto pessoa? Conte-nos um pouco sobre você, sua vida, e uma breve biografia?

 

Sou nascido e criado em Araguari, e praticamente toda minha família mora aqui. Estudei nos colégios Externato Santa Terezinha e Objetivo. Me graduei em Direito, aqui em Araguari. Sou empresário no ramo de transportes, seguindo a tradição familiar que vem do meu avô, Chico Novato, que é bastante conhecido na área. Filho de Tibá e Otília, apaixonado por minha filha, estou noivo, enfim, uma pessoa que valoriza muito a família.

Sou apaixonado pela política, e acredito que é através dela que podemos fazer transformações na vida das pessoas, e a isso me dedico há 12 anos.

 

 

2-                  Em qual momento você decidiu disputar as eleições para vereador em Araguari? Qual foi o sentimento e, os motivos que te levaram a tomar essa decisão e, o que isso mudou em sua vida?

 

Temos uma turma de amigos muito grande, e um dia em uma reunião na casa de um deles, Hélio Junior, começamos a debater sobre a possibilidade de alguém do grupo sair candidato à vereador. Já havíamos apoiado o José Junior, que havia tido uma expressiva votação e não foi eleito.  E com essa motivação, escolheram meu nome. Eu, que sempre fui apaixonado por política, gostei da ideia. Meu pai, meu braço direito e maior apoiador, abraçou a causa, e começamos a trabalhar muito neste ideal. Com iniciativa dos meus colegas, e apoio de minha família, candidatei a primeira vez, e fui eleito, em 2008, com mais de com mais de 2 mil votos.

A política me transformou por inteiro. A gente se torna pessoa pública, passa a ser cobrado, e não tem mais uma vida restrita. Mas sou apaixonado pela política e esse ônus necessário não me afeta. Sou muito feliz em poder contribuir e trabalhar para nossa cidade.

 

3-                  No dia 15 de novembro os eleitores araguarinos deixaram claro uma mensagem de sentimento de renovação, com somente seis vereadores reeleitos para o próximo mandato. Você considera que sua manutenção na Câmara é um reconhecimento de seu trabalho? E em que sentido você vê que ainda tem a contribuir para nossa cidade?

 

O que aconteceu deixou notório que as pessoas querem mudança. O trabalho da Câmara não foi bem quisto neste último mandato, e eu também acho que deixou a desejar. Agradeço as pessoas que acreditaram no nosso trabalho, que reconheceram que foi um trabalho bem feito, com muito amor e carinho, por isso mereci essa oportunidade de continuar na luta para nosso município, desenvolvendo alguns projetos que ainda temos em mente.

 

 

4-                  As vitórias sempre são frutos de várias razões que contribuem para um resultado final. A que razão principal você atribui essa vitória?

 

Foi um resultado do trabalho, e da confiança que as pessoas adquiriram em mim. Mas principalmente pelo grupo de pessoas que trabalham comigo. Sozinho ninguém chega em lugar nenhum. E graças a Deus fui presenteado com uma equipe muito eficiente e leal, que se dedica veementemente a fazer o bem à Araguari, em todos os aspectos. Minha família, especialmente meu pai e minha mãe, também são duas bases fundamentais em todos os meus mandatos. Desta forma, vejo que o trabalho, somado às pessoas que estão ao meu lado são os principais fatores para a minha quarta vitória nas urnas.

 

5-                  Você acredita que os vereadores reeleitos, como você, podem auxiliar em relação à troca de experiência com os vereadores inéditos? Como você pretende contribuir neste sentido?

 

Já tive a oportunidade de conversar com quase todos os novatos e vejo todos com muita vontade de trabalho. Espero que essa nova energia e essa vontade de trabalhar por nossa cidade tragam bons frutos.

Quanto ao vereador Giulliano Tibá, com três mandatos e tantas coisas que pude passar e aprender na política de nossa cidade, estarei sempre à disposição. Com aqueles que já conversei, já deixei meu gabinete à disposição e aqui, deixo a todos os outros que ainda não tive essa oportunidade. Estarei à disposição para contribuir e somar da melhor forma, para o bem de nossa cidade.

 

 

6-                  Gostaria de deixar aqui uma mensagem para a população da cidade de Araguari?

Primeiro quero agradecer ao Gazeta, mais uma vez pela oportunidade e por tudo que também faz por nossa cidade. À Deus, por me dar mais quatro anos para trabalhar por Araguari, que é o que eu tanto amo fazer. Ao meu pai, minha mãe, e toda minha família, que é e sempre foi minha maior base, sem minha a família não chegaria a lugar nenhum. Aos meus amigos e a todas as 1.120 pessoas que confiaram em mim e reconheceram minha dedicação. E claro, à minha equipe, que me “tolera” diariamente, e com tanta lealdade e amor fazem um trabalho magnífico em prol de nossa cidade.

6 Comentários

  1. Anonimo disse:

    Não foi o Giuliano que deu entrevista para rádio do Valmir Brasileiro e disse que precisava aumentar salário dos vereadores para não desviarem verbas públicas? Ou algo parecido. O que vc Já fez por Araguari?

  2. Anônimo disse:

    Foi ele mesmo, é por isso que meu costume é de anular para vereador.
    ESSE VALMIR EU ESTOU OBSERVANDO ELE A UM BOM TEMPO. EU VI ELE TRABALHANDO NO GOVERNO DO MARCOS COELHO E FIQUEI PASMO, ELE TRABALHOU CONTRA O CARA, INCLUSIVE ELE SAIU DA ONDA PARA IR PARA A OUTRA EMISSORA TRABALHAR PARA O OUTRO CANDIDATO. COMO O CANDIDATO PERDEU E A FONTE SECOU ELE DEU UM JEITO DE VOLTAR PARA A ONDA. É SEMPRE ASSIM: DAQUI UNS DIAS ELE VAI NA PREFEITURA FALAR QUE VOTOU NO MAJOR. GANHOU ELE VAI PRA LÁ, PERDEU ELE VOLTA. EU NÃO OUÇO O PROGRAMA DELE, EU GOSTAVA ERA DA LEILAMAR. E eu não voto no Marcão mais por causa desse episódio, colocar gente que trabalhou contra.

  3. Anônimo disse:

    Esse cargo de vereador precisa ser extinto no Brasil, assim como já foi em outros países. É uma coisa desonesta que precisava ser feita através de concurso, porque quem já está lá tem dinheiro para fazer campanha rica, comprar votos, fazer programas politiqueiros. Não é preciso aumentar o salário para não roubar, precisa é sumir de lá. ARAGUARI, NÃO PRECISA DE DEZESSETE VEREADORES, PARA TOMAR CAFEZINHO E COMER BOLO, É UMA CIDADE POBRE, MUITAS PESSOAS MORREM PORQUE NÃO TEM CONDIÇÕES DE IR EM HOSPITAIS PARTICULARES E RESOLVER SEU PROBLEMA. E O POVO AINDA FICA CONSERVANDO PESSOAS QUE NÃO SABEM NEM ONDE COLOCAR O DINHEIRO QUE GANHAM, PESSOAS QUE JÁ ESTÃO COM A VIDA GANHA. SE EU FOSSE VEREADOR EU TINHA VERGONHA DE IR NA CAIXA RECEBER UM DINHEIRO DESSES. PAGAMENTO MAIS VERBA DE GABINETE. TEM GENTE QUE QUANTO MAIS TEM MAIS QUER.

  4. Anônimo disse:

    Já que a coisa funciona desse jeito, porque quem entra não quer sair nunca mais, quer viver mamando na política. A única solução é de quatro em quatro anos trocar todos. Assim dá oportunidade para todos ganharem e melhorarem de vida. É só guardar o dinheiro que ganhar durante os quatro anos, quando precisar para emergência. Morrer porque não tem dinheiro para coisas urgentes como: fazer um cateterismo. Temos que ficar felizes é com a vitória da gente e não com a vitória dos outros, o dinheiro é deles não é seu. Quem vai receber a mufufa é ele. Se ele arrumar um empreguinho pra você, pode ter a rachadinha. Pense em você e não nos outros. Vai lá perguntar se ele paga uma consulta no médico pra você, ou paga um exame caro. NÃO CONSERVEM NINGUÉM NO PODER É ISSO QUE ELES QUERER VIVER MAMANDO NAS TETAS DO GOVERNO MUNICIPAL, ESTADUAL E FEDERA. JÁ VIRAM ELES COM O PAPINHO “EU AMO ARAGUARI” PODE ENGANAR QUALQUER UM MENOS EU.

  5. Anônimo disse:

    Quando se vê essas carinhas radiante de felicidade, é porque a torneira vai continuar jorrando água em abundância. Gente com din din sorri, olha, que felicidade.

  6. Anônimo disse:

    Se o Tubertino tivesse ganho as eleições, o Valmir estaria lá dentro daquela outra rádio. Eu sou uma pessoa observadora.

Deixe seu comentário: