Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

ENTREVISTA: DEBORA DAU

qua, 18 de novembro de 2020 21:38
Debora Dau, vereadora eleita em Araguari

Debora Dau, vereadora eleita em Araguari

Antes de mais nada, quem é a Débora Dau enquanto pessoa? Conte-nos um pouco sobre você, sobre sua vida pessoal:

 

Sou nascida em Araguari. Filha da cabeleireira Rita de Cássia. Com a separação dos meus pais, eu e minha irmã fomos criados, exclusivamente, por minha mãe, que foi pai, amiga, guerreira, tudo em nossas vidas. Fiz Direito na Unitri, e tinha o grande sonho de ser delegada. Mas no fundo, o meu maior sonho era ser bem-sucedida com o concurso público para poder cuidar dos animais indefesos. Ao mesmo tempo, trabalhava em uma academia, e acabei sendo demitida por um motivo: cuidar dos animais que circulavam na redondeza do estabelecimento. A vida foi tomando outros caminhos e fui convidada pra ser presidente do PSC, foi onde entrei na política.

 

Você carrega em seu nome de campanha “Debora Dáu Proterora”. Sua principal causa demonstrada em sua campanha é cuidar dos animais indefesos. Você entende isso como uma missão? Quando você passou a ter esse sentimento protetivo para com os animais?

Acredito que seja uma missão de vida. A gente abre mão de muita coisa com o objetivo de salvar vidas inocentes. Mas faço porque amo, gostaria de fazer mais. E por isso coloquei o nome à disposição: para ter mais condições de lutar pela causa.

Desde criança a gente sempre teve animais em casa, herdei esse gosto isso do meu pai. Mas foi quando fui demitida da academia, que passei levar aqueles animaizinhos, que ali eu cuidava, para a casa da minha mãe.

Em 2017 conheci o deputado federal Noraldino Junior, onde com seu apoio começamos o projeto do castramóvel na cidade. Castramos, ao todo, 694 animais, sem custo nenhum. Não só animais de cidadãos, mas como os de rua.

 

Você esperava uma votação tão expressiva e a consequente vitória em sua primeira eleição? Ou o resultado foi uma surpresa?

Apesar de muito trabalho, foi uma surpresa sim. Por ter sido uma campanha muito simples, só através de voluntários e de pessoas que acreditam na causa. Sou otimista e entrei pra ganhar, mas tendo em vista as grandes campanhas, sabia das limitações da nossa. Fiquei muito surpresa e feliz, por saber que tanta gente luta e acredita na proteção dos nossos animais.

 

As vitórias sempre são fruto de várias razões que contribuem para um resultado final. A que razão principal você atribui essa vitória?

Com certeza foi a causa. As pessoas que me conhecem sabem do amor e dedicação que tenho com o trabalho voluntário que faço, com a causa dos animais. Com certeza os 1009 votos foram confiados a mim pelo trabalho que já realizei e pretendo realizar com mais garra e mais condições.

 

A Câmara Municipal terá mandato inédito com quatro vereadoras eleitas. Como você avalia o empoderamento feminino e a atual inserção de mulheres na política?

Eu achei muito bom e a gente deve a cada vez buscar aumentar esse número. A mulher tem muito espaço que ainda precisa ser conquistado muitas mulheres ficam com medo de candidatar, porque vêm a política com más olhos. Mas isso não é realidade. Existem pessoas do bem que estão à disposição. Devemos perder essa cultura, pra colocar pessoas boas na política.

 

Gostaria de deixar aqui uma mensagem para a população da cidade de Araguari?

Agradeço a Deus em primeiro lugar, que foi o coordenador da minha campanha. Diante de tanta adversidade, tantos obstáculos, ele foi abrindo tantas portas, que me surpreendia.

Agradeço minha mãe, que é a principal responsável por eu ter realizado meu trabalho voluntário, sempre me dando base, apoio e tudo que sempre precisei. Agradeço às voluntárias, que acreditam na causa, e que me abraçaram de uma forma tão especial. E à toda população araguarina que nos elegeu. Só tenho gratidão a cada um de vocês que apostaram e acreditam que a gente vai ter um mundo mais digno e de mais respeito para esses seres indefesos.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: