Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Empresários reivindicam por soluções nas vias do Distrito Industrial

sex, 19 de setembro de 2014 02:07

Mais de cinco mil pessoas trabalham nesta região

As vias do Distrito Industrial encontram-se em péssimas condições. Foto: Gazeta do Triângulo

As vias do Distrito Industrial encontram-se em péssimas condições. Foto: Gazeta do Triângulo

MEL SOARES – “Durante as campanhas eleitorais, os candidatos aparecem aqui e dizem que o Distrito Industrial é a pupila dos olhos deles, no entanto, após eleitos, a situação muda, e ninguém volta”.

A afirmação acima foi feita pela classe de empresários do Distrito Industrial, pois eles reivindicam por manutenção nas vias, principalmente, na rua Ailton Montina.

Segundo destacado em entrevista, há alguns meses foi realizado serviço paliativo, mas a medida não é o bastante, e em poucas semanas o problema retorna, devido ao intenso fluxo de veículos, a maioria transportando cargas pesadas.

Para eles, a situação piorou após as obras de duplicação na LMG-748 saída para Indianópolis e a expectativa é de que piore com o início das chuvas. “Daqui uns dias não iremos ter ruas, mas sim estradas rurais. Recebemos pessoas não só de Araguari, mas de toda a região e ficamos extremamente envergonhados”, desabafou uma empresária.

Para conferir de perto o cenário, a reportagem esteve no local na tarde desta quinta-feira, 18, e confirmou a situação caótica do trecho. Devido ao acesso comprometido, a maioria dos veículos opta por uma entrada ilegal, no Posto Cascavel, que dá acesso ao Distrito.

De acordo com Odon Naves, secretário de Obras, o objetivo é interditar a abertura irregular. “Solicitaremos a interdição e se preciso buscaremos a solução judicialmente”, afirmou.

Em relação à falta de manutenção das ruas, o titular da pasta disse que o problema é recorrente e as medidas paliativas não dão conta do transtorno e conforme acordo com a VLI, os pontos críticos estão sendo estudados sendo que a própria empresa irá promover a revitalização na região. “Infelizmente, o problema é advindo do número alto de carretas trafegando pela região. O ideal seria as obras de recapeamento e a VLI se prontificou a sanar o transtorno, principalmente por meio de manutenção”, considerou.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: